Fundos comunitários

Governo fixa meta de execução do QREN para este ano em 60%

Almeida Henriques, secretário de Estado da Economia
Foto
Almeida Henriques, secretário de Estado da Economia Rui Gaudêncio

Secretário de Estado da Economia, Almeida Henriques, afirmou hoje no Parlamento que este objectivo é sustentado por linha de crédito ao investimento e programa Impulso Jovem.

Numa audição na comissão de Economia, Almeida Henriques definiu uma meta de 60% no que diz respeito à execução do Quadro de Referência Estratégico Nacional para 2012, depois de os fundos comunitários terem sido executados em 39% até ao final do ano passado.

O arranque da linha Investe QREN, que apoia o investimento das empresas com mil milhões de euros, o aumento das taxas de refinanciamento no quadro da reprogramação estratégica em curso e o programa Impulso Jovem sustentam esta meta, que faz subir em 20% a execução dos fundos.

O secretário de Estado adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional afirmou ainda, no Parlamento, que o Governo irá entregar a reprogramação estratégica do QREN à Comissão Europeia nos próximos quinze dias.