Jornalismo Direitos Humanos e Integração

Reportagens do PÚBLICO premiadas pela UNESCO

Sergiy e Tamara, imigrantes ucranianos, fizeram parte da série <i>Novos Portugueses</i>
Foto
Sergiy e Tamara, imigrantes ucranianos, fizeram parte da série Novos Portugueses Foto: PÚBLICO

PÚBLICO, SIC e TSF foram vencedores do Prémio de Jornalismo Direitos Humanos e Integração nas categorias imprensa, meios audivisuais e rádio, respectivamente. Dois trabalhos do PÚBLICO foram premiados na categoria de imprensa.

Na edição 2012 do Prémio de Jornalismo Direitos Humanos e Integração, promovido pelo Gabinete para os Meios de Comunicação Social e pela Comissão Nacional da UNESCO, a série de reportagens Os Novos Portugueses, da autoria da jornalista Susana Moreira Marques, no P2, o extinto suplemento diário do PÚBLICO, ganhou o primeiro prémio. Moreira Marques, com esta série, ganhou também o prémio AMI - Jornalismo Contra a Indiferença.

A jornalista do PÚBLICO Maria João Guimarães ganhou uma menção honrosa na categoria Imprensa com a reportagem Vizinhos dos neonazis para lutar contra eles, publicada no caderno principal do PÚBLICO. Com este mesmo trabalho, a jornalista ganhou o prémio Pela diversidade contra a discriminação da Comissão Europeia.

Ainda nesta categoria foi atribuída uma menção honrosa à jornalista Sílvia Caneco, do jornal i com a peça Alice esperou 38 anos para matar o marido.

Carnaxide levou para casa os prémios na categoria Meios Audiovisuais. O trio Miriam Alves, José Eduardo Zuzarte e Marco Carrasqueira, da SIC, com a reportagem Cidadãos em Construção, ganhou o primeiro prémio e a menção honrosa foi entregue aos jornalistas Sofia Arêde, José Eduado Zuzarte e Ricardo Sant’Ana, pela reportagem O dia mais longo.

Na categoria Rádio a TSF levou vantagem sobre a concorrência, ao vencer o grande prémio e a menção honrosa. A peça de Cristina Lai Men A poção mágica foi reconhecida com o primeiro prémio e a reportagem Orgulhosamente Líbia, dos jornalistas Ricardo Oliveira Duarte e Maria Alexandra Guerreira, foi distinguida com a menção honrosa.

O evento promovido pelo Gabinete para os Meios de Comunicação Social e pela Comissão Nacional da UNESCO, entregou aos vencedores das três categorias, um prémio de três mil euros para o primeiro lugar em cada categoria.