RANKING DE SALÁRIOS ESPN/SportingIntelligence
Posição Clube País Modalidade Média de salário por jogador (dólares) Salários anuais (dólares)
1.º Barcelona Espanha Futebol 8.680.569 217.014.221
2.º Real Madrid Espanha Futebol 7.796.637 194.915.932
3.º Manchester City Inglaterra Futebol 7.403.754 185.093.858
4.º Chelsea Inglaterra Futebol 6.795.899 169.897.463
5.º Los Angeles Lakers EUA Basquetebol 6.278.088 87.893.233
6.º New York Yankees EUA Basebol 6.186.322 197.962.289
7.º Milan Itália Futebol 6,.04.769 152.619.219
8.º Bayern Munique Alemanha Futebol 5.907.652 170.231.332
9.º Philadelphia Phillies EUA Basebol 5.817.965 174.538.938
10.º Inter de Milão Itália Futebol 5.700.915 142.522.871
11.º Manchester United Inglaterra Futebol 5.521.423 138.035.567
12.º San Antonio Spurs EUA Basquetebol 5.450.135 70.851.758
13.º Los Angeles Angels EUA Basebol 5.327.075 154.485.166
14.º Chicago Bulls EUA Basquetebol 5.324.088 69.213.149
15.º Boston Celtics EUA Basquetebol 5.321.435 79.821.530
16.º Arsenal Inglaterra Futebol 5.280.108 132.002.699
17.º Miami Heat EUA Basquetebol 5.261.657 73.663.195
18.º Liverpool Inglaterra Futebol 5.230.525 130.763.119
19.º Boston Red Sox EUA Basebol 5.093.724 173.186.617
20.º Memphis Grizzlies EUA Basquetebol 5.017.751 70.248.520
Ranking

Qual o clube no mundo que mais gasta em salários?

Barcelona e Real Madrid são os clubes que mais gastam
Foto
Barcelona e Real Madrid são os clubes que mais gastam Foto: Susana Vera/Reuters

O Barcelona é conhecido pela aposta na formação de jogadores, mas nesta altura também é o clube do mundo que mais gasta em salários, segundo o ranking elaborado pela ESPN Magazine em conjunto com o SportingIntelligence.com.

O clube catalão gasta numa época 217 milhões de dólares (163,8 milhões de euros), o que significa uma média anual de 8,6 milhões de dólares (6,4 milhões de euros) por cada jogador.

O Real Madrid surge no segundo lugar, com uma média de 7,7 milhões de dólares (5,8 milhões de euros) anuais por cada jogador, embora no montante global seja o terceiro, atrás da equipa norte-americana de basebol New York Yankees. Os Yankees gastam por ano 197 milhões de dólares (contra 194 do Real Madrid), mas como têm um plantel mais extenso a média por jogador é mais baixa (6,186 milhões de dólares).

O ranking da ESPN analisou 278 equipas, 14 ligas, dez países, sete modalidades e 7925 atletas, concluindo-se que o futebol domina os gastos em salários.

Entre os dez clubes que mais custos com pessoal assumem, estão sete clubes de futebol: além de Barcelona e Real Madrid, Manchester City, Chelsea, Milan, Bayern Munique e Inter de Milão também surgem no “top ten”.

Os três intrusos são duas equipas de basebol (Yankees e Philadelphia Phillies) e uma dos Los Angeles Lakers.

Alargamento aos 20 primeiros, o futebol continua em maioria, com dez clubes.

“A subida de salários no futebol europeu é persistente. Há muito mais estabilidade e limite nos desportos americanos”, analisa Nick Harris, editor do SportingIntelligence.com.

Os dados mostram também que equipas de basquetebol, como os Lakers, ou de basebol, como os Yankees, estão a pagar menos agora do que há ano, ao contrário do que acontece no futebol europeu.

“O Barcelona e o Real Madrid são os dois clubes de futebol com mais glamour. Não é uma surpresa estarem na frente”, acrescentou Harris, nada surpreendido com a liderança dos dois colossos espanhóis, seguidos de perto pelo Manchester City.

Neste ranking, não há clubes portugueses, que obviamente estão longe destes padrões.

Desta época ainda só existem dados parciais sobre os clubes portugueses, mas na época passada o FC Porto gastou 50 milhões em salários, contra 42,3 milhões do Benfica e 29,6 do Sporting.