Liga

Rescisão colectiva na União de Leiria

Joaquim Evangelista alerta para outros casos de salários em atraso no futebol português
Foto
Joaquim Evangelista alerta para outros casos de salários em atraso no futebol português Nuno Ferreira Santos/PÚBLICO (Arquivo)

A União de Leiria já não vai defrontar o Feirense este domingo para a Liga. Esta é a consequência imediata da rescisão colectiva de contrato dos jogadores do plantel profissional, alegando justa causa, por incumprimento salarial.

Um desfecho inevitável para o presidente do Sindicato dos Jogadores, face ao comportamento dos responsáveis do clube e da própria Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) neste processo. Joaquim Evangelista alertou também para a existência de “casos mais graves” no futebol português.

“Lamento que aqueles que têm responsabilidades continuem a falar de questões menores, como o alargamento dos quadros competitivos [para a próxima temporada], quando 80 por cento dos jogadores não recebem atempadamente os salários. O presidente da Liga [Mário Figueiredo] teve oportunidade de ajudar, não venha agora com o argumento de que iria beneficiar um clube em relação aos outros”, criticou esta sexta-feira o líder sindical, referindo o exemplo espanhol, onde os responsáveis pelo futebol profissional encontraram soluções para resolver este tipo de problemas sem afectar a competição: “Ao demitir-se da sua responsabilidade, sem uma palavra e sem capacidade de intervenção, o presidente da Liga teve um esforço insuficiente.”

Acusações na sequência de uma reunião infrutífera de várias horas, na última quinta-feira, entre Evangelista, Mário Figueiredo e João Bartolomeu, presidente interino da Sociedade Anónima Desportiva (SAD) leiriense. A proposta apresentada aos jogadores (que têm entre três e cinco meses de ordenados em atraso) foi considerada “insuficiente”.

“Há situações mais graves, mas o Sindicato só responde quando é chamado. Foi chamado pelos jogadores da União e do Leixões”, justificou Evangelista.

Para além do Feirense, a União de Leiria deverá igualmente falhar os jogos com o Benfica, na Luz, e com Nacional, em casa.