Fotogaleria
Projecto Clip Book, de Nuno Vasa
Fotogaleria
Margarida Valente

Design POPs em Serralves: a criatividade tem de ser rentável

Está prestes a começar a mostra dos POPs - Projetos Originais Portugueses, uma iniciativa da Loja de Serralves que promove a criatividade e a originalidade nacional

O POPs — Projectos Originais Portugueses é um concurso da Loja de Serralves para descobrir e dar a conhecer projectos nacionais promissores em várias áreas, da joalharia ao design de mobiliário. A iniciativa vai já na sua 4.ª edição.

De 27 de Abril a 13 de Maio decorre a mostra dos projectos seleccionados na sala multiusos do museu de Serralves. Das cerca de 630 candidaturas apresentadas até 17 de Março, 35 autores foram escolhidos para apresentarem os seus trabalhos nas áreas de acessórios pessoais, joalharia de autor, mobiliário e objectos de decoração.

A Loja de Serralves convidou quatro mentores que irão acompanhar e aconselhar os projectos vencedores. Divididas pelas quatro áreas a concurso, estas parcerias poderão dar origem à divulgação, comercialização ou até à produção dos produtos vencedores.

PÚBLICO -
Foto
Criação da dupla Emergência Colectivo da Rainha (Renato Silva e Filipa Ricardo)

A Loja de Serralves estabeleceu parcerias com a Parfois nos acessórios pessoais, com a Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP) na joalharia de autor, com o designer Paulo Lobo na área de objectos de decoração e com Paulo Cruz no mobiliário. Estes quatro mentores formam, também, o júri do POPs, juntamente com um representante da Unicer e com Odete Patrício, directora-geral da Fundação Serralves. Os vencedores poderão ainda integrar a Incubadora de Indústrias Criativas — INSERRALVES.

PÚBLICO -
Foto
Caixa de especiarias concebida por Filipe Santos Marinho

Vencedores anunciados em Maio

O anúncio dos quatro projectos vencedores (um por cada área do concurso) é feito no dia 3 de Maio, no final de um debate que tem como tema "Criatividade Precisa-se!". Moderado pela jornalista Cristina Amaro, o debate vai ter como oradores João Rei (Grafikwalls), João Sabino (KeyBag), Luís Pereira (Antiga Barbearia de Bairro) , Nuno Sá Leal (Associação Portuguesa de Designers) e Ricardo Luz (Invicta Angels).

Helena Taveira, uma das organizadoras do evento, esclarece que o objectivo do POPs é, numa primeira fase, "dar a conhecer a criatividade nacional e os autores portugueses". Depois, acrescenta, o objectivo é "fazer com que a Loja de Serralves seja um agente dinamizador e facilitador para esses autores: apresentando-as às empresas, divulgando-os e montando uma mostra para o efeito."

Helena Taveira salienta essa importância do POPs na aproximação entre os autores e o mercado. "Todos os dias lidamos com autores cuja criatividade não é uma dúvida, mas que não sabem o que é um preço de custo, 'stocks', pontos de venda. O POPs vem ajudar a fazer esta ponte entre autores e empresa. Agarrar a criatividade dos autores e aproximá-los do mercado", refere.

"Precisamos de projectos criativos e rentáveis, ideias que possam ser transformadas em negócio", afirma Helena Taveira. E dá o exemplo dos vencedores das anteriores edições do POPs. Madalena Martins, vencedora da edição de 2010, integrou a INSerralves e conseguiu construir a Bicho de Sete Cabeças. "Chegou só com o embrião da marca e conseguiu crescer até aqui", explica. Já o Projeto Maraca, vencedor da edição do ano passado, chegou nas mesmas condições e "já está na Alemanha".