I Liga

Jorge Jesus: "Foi um dos melhores jogos do Benfica na Luz esta época"

Jorge Jesus mantém a confiança na sua equipa
Foto
Jorge Jesus mantém a confiança na sua equipa Foto: Francisco Leong/AFP

No final da partida, Jorge Jesus estava satisfeito com a resposta dos jogadores e insistiu na ideia de que os "encarnados" ainda têm uma palavra a dizer em relação ao título.

“Primeiro acho que o Benfica fez uma grande exibição, claro que não durante os 93 minutos, porque isso é impossível. Houve períodos em que não esteve tão bem, mas é normal. Entrámos muito forte, com a equipa muito agressiva. Fizemos uma pressão enorme, com várias situações de golo. Fizemos o primeiro e segundo golos e quando fomos para a segunda parte já não entrámos tão fortes e sofremos um golo que nos perturbou. Senti que o corredor central tinha perdido intensidade e as alterações calharam bem. Acabámos por fazer quatro golos e a equipa controlou mais o jogo. Foi um dos melhores jogos que o Benfica fez este ano no Estádio da Luz", começou por dizer Jesus.

Questionado sobre a titularidade de Nolito, o técnico "encarnado" explicou-a com a qualidade do plantel: "O Benfica tem vários jogadores naquela posição [de Nolito]. Há o Bruno [César], o Nico [Gaitán]. O Nolito é um jogador que tem características particulares para alguns jogos, sobretudo em casa."

Jesus manteve ainda o discurso de que tudo é possível no que diz respeito à liderança da I Liga: "O FC Porto e o Benfica têm dado passos errados desde que começou o campeonato. Acreditamos que temos uma palavra a dizer e por isso é que a equipa fez um jogo como hoje, porque sente que tem possibilidade. A obrigação é sempre jogar para ganhar. O Marítimo é a equipa revelação deste campeonato. É mais forte na Madeira e acredito que pode tirar pontos ao FC Porto. Mas mais importante somos nós que temos um jogo fora e temos de ganhar”.

Pedro Martins: “O Benfica entrou muito forte"

"O Benfica entrou muito forte, mostrando aquilo que tinha dito na antevisão: tem francas possibilidades de atingir o título.


Tivemos muitas dificuldades, o Benfica obrigou-nos a cometer muitos erros. Houve uma ou outra situação na primeira parte para nós, mas o resultado era justo ao intervalo. Na segunda parte, entrámos fortes, fizemos o golo. A partir do golo, o jogo está mais para o empate. Mas numa transição, porque estávamos a arriscar mais, acabámos por sofrer os terceiro e quarto golos.

Na minha perspectiva, o Artur foi melhor jogador em campo", analisou Pedro Martins.

O técnico dos madeirenses mantém ainda a esperança de atingir o quarto lugar da Liga: "Acreditamos [que é possível acabar em quarto no campeonato], depende também do resultado que o Sporting faça na Madeira. Acredito que ainda é possível chegar ao quarto lugar."

Sugerir correcção