Foto

Microsoft vai financiar emprego de 200 jovens por ano

Programa prevê apoios de 107 mil euros em “software” e em dinheiro. A Academia Inovação arranca já em Maio

O programa Academia Inovação, destinado a estimular o empreendedorismo e a empregabilidade nas indústrias têxtil e de vestuário, vai receber 140 mil dólares (cerca de 107 mil euros) da Microsoft americana, em “software” e dinheiro.

O Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal foi uma das 17 organizações (e a única portuguesa) escolhida pela multinacional para a atribuição de financiamento – no total, a Microsoft distribuiu 1,5 milhões de dólares em dinheiro e 170 milhões em licenças de software.

A iniciativa arrancou esta terça-feira e destina-se a jovens dos 18 aos 24 anos. Vai apoiar tanto a transformação de ideias em negócio, como a inserção de alguns participantes em empresas do sector. O objectivo é envolver 200 jovens por ano. 

Para simbolizar o arranque, o CITEVE e a Microsoft Portugal organizaram uma sessão dirigida aos 80 formandos selecionados e que contou, para além dos representantes dos dois parceiros, com a presença do Secretário de Estado do Emprego, Pedro Martins, do vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, e do delegado regional do Norte do Instituto de Emprego e Formação Profissional, César Ferreira.

 

O objectivo é do programa é “atrair, criar e reter talentos” no sector do têxtil e do vestuário, predominante naquela região do Norte do país, e, ao mesmo, tempo, transformar “ideias inovadoras em negócio”, na sequência da preocupação manifestada quer pela União Europeia, quer pelo Governo português nesta matéria, para fazer face ao crescimento do desemprego entre os mais jovens. 

O Programa terá três ciclos por ano, cada um com a duração de três meses, sendo cada ciclo constituído por duas fases. Cada ciclo envolverá cerca de 70 jovens.

Na primeira fase do programa, com a duração prevista de 1 mês, os jovens serão enquadrados “no processo criativo de uma inovação, através de um processo formativo assente em quatro pilares": “Brainwash”, “Idea Mining”, “Hands On” e “Spread the Word”. Os candidatos à Academia Inovação devem fazer a sua inscriação através do CITEVE.

Texto actualizado às 13h20 do dia 22 de Maio com a informação do início da Academia da Inovação.