Liga Europa

Sá Pinto promete equipa imune às polémicas

Sá Pinto bem-disposto na conferência de imprensa
Foto
Sá Pinto bem-disposto na conferência de imprensa Foto: Francisco Leong/AFP

Sporting está focado na recepção ao Athletic de Bilbau, na Liga Europa, e “sabe filtrar os factores adversos”, afirmou nesta quarta-feira o treinador, Sá Pinto, referindo-se à polémica envolvendo o vice-presidente Pereira Cristóvão.

“A nossa equipa está totalmente concentrada, envolvida e focada neste grande jogo. Todos os factores adversos à equipa, ela própria sabe filtrar, ultrapassar ou dar-lhes a importância que tem de dar nestas circunstâncias. A nossa equipa não se desvia um milímetro dos seus objectivos”, disse o técnico, em conferência de imprensa, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

O Sporting vai disputar a primeira mão das meias-finais da prova europeia com a equipa basca a partir das 20h05 de quinta-feira, sob arbitragem do sueco Jonas Eriksson, numa semana ainda marcada pela investigação que decorre e o alegado envolvimento de Paulo Pereira Cristóvão num esquema para colocar em causa o árbitro auxiliar José Cardinal.

Um dos capitães de equipa, o brasileiro Anderson Polga, também desvalorizou o sucedido, vincando que o plantel está habituado a acontecimentos do género.

“Estamos acostumados, já aconteceu em todo o lado. Surgem sempre coisas, mas não deixamos entrar no nosso trabalho. Estamos apenas focados no que é importante, a competição e o nosso trabalho diário”, afirmou o defesa central.

Sá Pinto elogiou o futebol do Athletic Bilbau, sobretudo com o técnico argentino Marcelo Bielsa, que equiparou aos homólogos do Real Madrid e do Barcelona, o português José Mourinho e o catalão Pep Guardiola, como “os três melhores treinadores do Mundo”.

“É uma equipa muito equilibrada em todos os momentos de jogo, muito perto do jogo do Barcelona, não sei se é um ‘Barça B’, como diz a imprensa”, disse, reconhecendo algum ascendente do adversário, “uma superequipa, que já está na final, segundo a Comunicação Social”.

O treinador dos “leões” avaliou os pontos fortes do conjunto de Bilbau, que “privilegia a organização ofensiva”, “chega a zonas de finalização de forma rápida e vertical, com seis ou sete jogadores” e apresenta “grande mobilidade e criatividade”, além de “um ritmo alto e muita intensidade ao longo de todo o jogo, sempre frenética”.

“Os nossos argumentos são confiar nas nossas capacidades, qualidades, concentrar-nos no que temos de fazer, mantendo o equilíbrio, jogando o nosso futebol de qualidade sempre que o podermos fazer. Não tememos ninguém, somos o Sporting, com 106 anos de história, com carreira de respeito também na Europa, mas somos humildes. Vamos dar tudo e lutar até ao final”, vincou.

Polga recusou atribuir favoritismos e defendeu que o Sporting, com o seu “trabalho, dedicação e esforço”, tem condições “para seguir em frente nesse sonho que é de todos”.

“As quatro equipas ainda em prova têm capacidade de vencer. Todos nós sabemos do valor desta equipa e da forma como se entrega, mas também sabemos das nossas qualidades. Temos de acreditar nas nossas competências, com respeito pelo adversário, sempre com os pés bem assentes no chão”, concluiu.