Comunicado

Sporting abre processo de inquérito ao “caso Cardinal”

A proposta foi apresentada por Godinho Lopes
Foto
A proposta foi apresentada por Godinho Lopes Foto: Pedro Cunha

O clube “leonino” anunciou nesta terça-feira, através de um comunicado, a instauração de um "procedimento prévio de inquérito" aos factos que vieram a público na sequência da investigação judicial a Paulo Pereira Cristóvão.

De acordo com um comunicado colocado no site do clube, a proposta foi apresentada por Godinho Lopes, presidente do Conselho Directivo leonino, e o objectivo é “apurar com maior detalhe e rigor a extensão” dos factos que envolvem Pereira Cristóvão, vice-presidente do Sporting.

Comunicado

"Na sequência das buscas e apreensões efectuadas pela Policia Judiciária a mando da senhora Procuradora Adjunta do Departamento de Investigação e Acção Penal, no passado dia 12 de Abril de 2012, às instalações do Sporting Clube de Portugal, no âmbito de uma investigação criminal por denúncia caluniosa, vieram a público um conjunto de factos envolvendo o vice-presidente do Sporting Clube de Portugal, Paulo Pereira Cristóvão.

Tendo em atenção a natureza dos referidos factos entende o Conselho Directivo que se mostra necessário apurar com maior detalhe e rigor a extensão dos mesmos, bem como as circunstâncias relacionadas com estes.

Assim, por proposta do seu presidente, o Conselho Directivo solicita ao Conselho Fiscal e Disciplinar, nos termos e para os efeitos do disposto no artigo 58, n.º 1, al. h) dos estatutos do clube, a instauração de um procedimento prévio de inquérito para efeitos de tal apuramento, bem como de quaisquer outros factos ou circunstâncias que o desenvolvimento do inquérito venha a revelar."