Joachim Schmid
Foto
Joachim Schmid

ArchivoZine: uma revista (e uma forma de empreendedorismo) pela fotografia documental

Archivo é o projecto megalómano de Ana Catarina Pinho, fotógrafa documental que gostava de transformar Portugal. Há uma revista, uma mostra cinematográfica e uma plataforma de formação

Chama-se ArchivoZine e é uma revista online trimestral dedicada à fotografia documental. Lançada em Março, pretende dar uma "maior relevância" à fotografia documental no circuito português, um área particularmente "difícil", ainda mais "nos tempos que correm", conta, por e-mail, Ana Catarina Pinho, ideóloga do projecto Archivo, que é quase a sua própria catapulta para o mercado de trabalho.

Consciente que, em Portugal, trabalhar em fotografia, "sem ser numa vertente comercial", pode ser complicado, a fotógrafa documental começou a desenvolver no ano passado este projecto com diferentes iniciativas: a revista ArchivoZine, a mostra cinematográfica Archivo in motion e o espaço de formação ArchivoStudio. Uma "forma de empreendedorismo", para não ter de se "sujeitar a trabalhar numa área diferente", que vai conciliar com a "prática fotográfica". O objectivo é divulgar fotógrafos emergentes e reflectir sobre a fotografia documental no panorama actual.

"Em Portugal, existe uma lacuna no que diz respeito à fotografia documental (...) Foi isso que decidi fazer ao desenvolver o Archivo — proporcionar uma ligação entre o pequeno circuito que existe a nível nacional e o internacional, numa tentativa de partilhar informação e motivar a continuação de trabalho e produção (...)."

PÚBLICO -
Foto
Caroline Monnet

Candidaturas abertas até 15 de Abril

PÚBLICO -
Foto
Cesário Alves

Ana Catarina não está nisto sozinha. Afinal, não se faz do pé para a mão uma publicação bilíngue trimestral, disponível na íntegra na Internet, com uma edição impressa anual. A fotógrafa (e colega da faculdade) Joana Castelo exerce as funções de assistente do projecto. Para a revista, houve a colaboração de designers, tradutores, revisores, fotógrafos, etc. E tudo sem financiamento.

O primeiro número da revista já está online e é dedicado à "Found Photography", uma abordagem "ainda pouco explorada" que recorre a imagens antigas que, para Ana Catarina Pinho, resulta num "tributo" à fotografia, já que utiliza material pré-existente. Joachim Schmid, um dos pioneiros deste género, é um dos convidados desta edição, na qual colaboraram também Mark Durden (que escreve sobre o primeiro), Abner Nolan e Cesário Alves, entre outros, numa tentativa de "desenvolver o diálogo entre fotógrafos já experientes" e os que estão agora a começar.

A próxima edição será dedicada ao conceito "Identity". Os fotógrafos interessados podem apresentar um projecto original sobre o tema em questão até 15 de Abril. De 19 a 21 de Setembro, o Breyner 85, no Porto, recebe a primeira edição do Archivo in motion, uma mostra cinematográfica de filmes ligados à fotografia documental e a fotógrafos, que conta também com um "workshop" chamado "Storytelling". No início do próximo ano arranca o ArchivoStudio, uma plataforma de formação com residências artísticas provavelmente não remuneradas para intercâmbio de fotógrafos de diferentes países.