Final da Liga dos Campeões

Vieira considera que escolha da Luz reconhece trabalho do Benfica

Luís Filipe Vieira agradeceu a Mário Dias
Foto
Luís Filipe Vieira agradeceu a Mário Dias Nuno Ferreira Santos

Luís Filipe Vieira considerou que a escolha do Estádio da Luz como palco da final da edição 2013/2014 da Liga dos Campeões de futebol premeia “a qualidade e as condições” do recinto e reconhece o trabalho do Benfica.

“A decisão da UEFA premeia a qualidade e as condições que o Estádio da Luz apresenta, mas é igualmente, pelo menos é assim que eu vejo, o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo Sport Lisboa e Benfica nos últimos anos”, salientou o presidente benfiquista em comunicado publicado no site do clube.

Para Luís Filipe Vieira, a escolha é ainda “um justo prémio à qualidade que o futebol português tem vindo a evidenciar a nível europeu” e representa “uma boa notícia para o Benfica, mas sobretudo uma boa notícia para Portugal”.

O máximo responsável benfiquista confessou que, quando tomou conhecimento da decisão da UEFA, reviveu “de imediato” as dificuldades, as dúvidas que muitos colocaram em relação à construção do estádio da Luz e, até, “as muitas batalhas” que o Benfica teve de enfrentar para convencer algumas instituições, que na altura eram “indispensáveis” para a concretização do projecto.

“É evidente que há uma pessoa que merece uma palavra especial, o Mário Dias. Sem ele, seguramente, não havia nem estádio, nem final da Liga dos Campeões, em Portugal, em 2014”, acrescentou.