Futebol

Vítor Pereira: O FC Porto vai ser “uma equipa diferente” no Funchal

O treinador criticou o possível alargamento
Foto
O treinador criticou o possível alargamento Foto: AFP

O treinador diz que durante a semana os “azuis e brancos” reflectiram sobre “os erros do último jogo” e diz que os portistas “vão fazer um bom jogo” contra o Nacional.

“Queremos somar os três pontos. Sabemos que a Choupana não é um campo fácil para equipa nenhuma. Temos que estar no nosso melhor para conseguir a vitória. Trabalhámos bem durante a semana, reflectimos obre o último jogo e tirámos ilações. Vamos tentar corrigir os erros do último jogo”, começou por dizer o treinador do FC Porto, na antevisão ao jogo desta sexta-feira, no Funchal, contra o Nacional.

Segundo Vítor Pereira, os portistas podiam no final do jogo contra a Académica “ter ido por um caminho mais curto, o das arbitragens”, mas o treinador diz que optou por não ir “por esse caminho” apesar de ter perdido para o jogo contra os madeirenses Hulk “de uma forma injusta”.

“Optei por falar no nosso demérito e no mérito do adversário e durante a semana trabalhámos para corrigir os nossos erros e na sexta-feira vamos ser uma equipa diferente. Esperamos e vamos fazer um jogo diferente. Os jogadores que vão jogar, com certeza, vão fazer um bom jogo e dar uma boa resposta”, garantiu.

O treinador desvalorizou o episódio com Rolando, contra a Académica, considerando que “o que está na essência de uma reacção” como a que o defesa teve quando foi substituído é a vontade “em ajudar a equipa”. “Depois estou cá eu para falar frontalmente com o jogador. Falámos em equipa e a situação está ultrapassada”, continuou.

Vítor Pereira aproveitou ainda para criticar o possível alargamento do campeonato para 18 clubes: "Anunciar esta decisão a oito jornadas do final do campeonato é de uma enorme irresponsabilidade. Só se quisermos transformar este campeonato no campeonato da mentira. Nem me passa pela cabeça essa possibilidade."