Divergências na administração

Divergências na administração: Situação dos Estaleiros de Viana provoca demissão na Empordef

Gestão dos Estaleiros Navais de Viana esteve na origem da demissão
Foto
Gestão dos Estaleiros Navais de Viana esteve na origem da demissão Paulo Ricca

O administrador da Empordef Luís Miguel Novais pediu a demisssão do cargo em divergência com os restantes gestores sobre a forma como está a ser acompanhada a situação dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

Nomeado no ano passado para a empresa que gere as participações do Estado na indústria de Defesa, Luís Miguel Novais explicou que “não podia continuar a compactuar com a inércia da administração da holding em tomar decisões sobre o futuro e a gestão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo”.

A gota de água foi a forma como foi conduzida a negociação com a empresa Douro Azul, com uma proposta para a construção de quatro navios-hotel por quase 50 milhões de euros apresentada apenas a 29 de Fevereiro, “quando existia um contrato-promessa assinado desde 24 de Novembro”.