Futebol

Presidente do Boavista quer regresso do clube à I Liga já na próxima época

Álvaro Braga Júnior
Foto
Álvaro Braga Júnior Foto: Paulo Pimenta

O presidente do Boavista, que viu nesta segunda-feira o Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa considerar nula a reunião que confirmou a sua despromoção à Liga de Honra de futebol, espera ver os axadrezados na I Liga na próxima época.

“Espero ver o Boavista na primeira divisão na próxima época. Acho que, aliás, não pode ser de outra forma”, respondeu Álvaro Braga Júnior quando questionado sobre se a decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa podia significar a subida imediata do clube que agora milita na segunda divisão.

Diante de uma plateia lotada, o presidente boavisteiro revelou que a decisão de considerar nula a reunião do Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que confirmou a despromoção do clube à Liga de Honra marca um dia “muito importante” na história da colectividade.

“Hoje é o dia do primeiro passo. Não sinto que voltei à primeira divisão, porque sinto que nunca saímos de lá. Sei que pode haver um recurso, mas também sei que a FPF tem uma nova estrutura e que é um bom momento para perceber se os novos elementos se revêem no que os outros fizeram”, fez notar.

Álvaro Braga Júnior avançou também a possibilidade de o Boavista pedir uma indemnização devido ao impacto que a descida à Liga de Honra causou nas contas do clube portuense, indicando que “as contas estão feitas”, mas recusando adiantar os números.

Numa conferência de imprensa que terminou com o lançamento de foguetes no espaço junto ao Estádio do Bessa, o presidente axadrezado considerou que foi feita justiça.

No entanto, apesar da emoção do momento, o máximo responsável boavisteiro referiu que o Boavista vai seguir “com serenidade” o processo, antevendo também um possível recurso da FPF.

A FPF tem agora a possibilidade de recorrer desta decisão para o Tribunal Central Administrativo do Sul.