Liga

Casa de Custódio (Sp. Braga) em Guimarães foi vandalizada

Custódio marcou um dos golos do Sp. Braga sobre o V. Guimarães
Foto
Custódio marcou um dos golos do Sp. Braga sobre o V. Guimarães Foto: Miguel Vidal/Reuters

A casa do futebolista Custódio, em Guimarães, foi vandalizada, numa atitude que estará relacionada com a forma como o médio do Sporting de Braga festejou o golo que marcou na goleada ao Vitória de Guimarães (4-0).

“Traidor” e insultos ao clube bracarense foram os escritos deixados no muro da vivenda onde Custódio vive, na freguesia de Nespereira.

Na segunda-feira, o “trinco” marcou o segundo golo dos bracarenses e festejou efusivamente junto dos adeptos locais, atitude que não caiu bem em Guimarães e que terá motivado este acto de vandalismo.

Custódio, de 28 anos e natural de Guimarães, começou a sua formação no Vitória de Guimarães, mas terminou-a no Sporting, para o qual se transferiu em 1999 e chegou a capitanear a equipa, no tempo do actual seleccionador nacional Paulo Bento como treinador dos “leões”.

Em 2007, saiu para os russos do Dínamo de Moscovo, mas a experiência não foi bem-sucedida e em Janeiro de 2009 regressou ao Vitória de Guimarães.

Contudo, Custódio poucas vezes foi opção para os vários treinadores do Vitória durante esse período e, em Agosto de 2010, rumou para o vizinho e rival Sporting de Braga.