Inglaterra

Lampard: “A minha relação com Villas-Boas não é a ideal”

Lampard quer ter o "direito de jogar"
Foto
Lampard quer ter o "direito de jogar" Foto: Giampiero Sposito/Reuters

O médio Inglês do Chelsea diz-se desagradado com a sua situação de suplente. E mostra as feridas na sua relação com o treinador português.

Frank Lampard reconheceu que a sua relação com André Villas-Boas “não tem sido a ideal” durante a primeira temporada do treinador português em Stamford Bridge. O médio inglês confessou ainda estar desagradado com a sua situação de suplente, nomeadamente no jogo em Nápoles para a Liga dos Campeões, que os “blues” perderam por 3-1.

“Penso que, visto de fora, pode dizer-se que a nossa relação não é a ideal, mas o mais importante é que não demos demasia atenção às relações individuais”, desabafou Lampard.

O inglês marcou o terceiro golo na vitória sobre o Bolton e, no final do jogo, mostrou as feridas abertas no clube. “Tem havido alguns problemas com alguns jogadores, ninguém gosta de ficar de fora, mas ninguém está à frente do clube”, destacou.

O treinador destacou a exibição “fantástica” de Lampard frente ao Bolton, que marcou o golo 150 da sua carreira. Mas Villas-Boas não lhe garantiu a titularidade no futuro: “Há seis jogadores que competem por três posições no campo”, afirmou.

“Era importante para Frank ter assim um jogo depois da decepção de sair da equipa contra o Nápoles e Birmingham. Mostrou que pode fazer a diferença na equipa. Tento escolher sempre o melhor para cada jogo e ele demonstrou que é um dos melhores”, analisou o português.