Premier League

Wenger, da derrota à goleada em 28 minutos

O golo da reviravolta por Rosicky, o 3-2 que proporcionou tudo ao ARsenal
Foto
O golo da reviravolta por Rosicky, o 3-2 que proporcionou tudo ao ARsenal Foto: Iian Kington/AFP

Arsenal esteve e a perder 0-2 com o Tottenham mas acabou a golear por 5-2. Uma reviravolta em memos de meia-hora.

É raro ver um esgar na face de Arsène Wenger, mas neste domingo quem foi ao Emirates assistir ao “derby” de Londres entre o Arsenal e o Tottenham conseguiu aperceber-se das várias mutações na cara do treinador francês.

Primeiro o susto com o 0-2 aos 34 minutos de jogo: Saha e um penálti de Adebayor faziam antever uma tarde de horror para o Arsenal.

Depois a felicidade ainda antes do intervalo, com o empate 2-2: Sagna e Persie marcaram e deixaram tudo mais descansado no banco dos “gunners”.

Por fim, a felicidade com a vitória ao ritmo da goleada, 5-2: Rosicky e dois golos de Walcott deixaram em delírio os adeptos do arsenal. E em tristeza os do Tottenham, que assim perderam pedalada para se juntar aos dois clubes da frente – agora a 10 e 8 pontos de City e United, respectivamente.

Para Wenger, foi a passagem do pesadelo ao céu em 28 minutos: viu o primeiro da sua equipa aos 40 minutos e o quinto e último aos 68’.