I Liga

Sá Pinto: “Ganhar para continuar a acreditar”

Sá Pinto quer continuar a acreditar
Foto
Sá Pinto quer continuar a acreditar Foto: Nuno Ferreira Santos (arquivo)

O treinador do Sporting afirmou neste sábado que uma vitória no frente ao Rio Ave permite à equipa “acreditar” que pode chegar mais acima na classificação.

“A nossa grande vontade é no próximo jogo conquistar os três pontos que nos permitam continuar a crescer, a evoluir e a acreditar que podemos lá chegar mais acima”, afirmou Sá Pinto, que anteviu um “jogo difícil”.

Numa análise ao adversário, actual 11.º classificado com 18 pontos, Sá Pinto disse esperar “uma equipa ambiciosa, combativa, organizada e forte nas transições” e lembrou a solidez da formação de Vila do Conde.

“É uma equipa com rotinas, onde todos se conhecem bem e estão preparados para o estilo de jogo que normalmente apresentam”, disse o técnico "leonino".

Sá Pinto, que vai disputar o quarto jogo no comando técnico da equipa, assegurou que não vai mudar o estilo de jogo em função das características do adversário, no qual, considerou, “João Tomás é uma referência”.

“Não vou mudar a minha forma de jogar ou o que quero para o Sporting em função do adversário” disse, acrescentando: “É preciso perceber realmente os pontos fortes e menos fortes do adversário e, aí sim, estrategicamente preparar o jogo nesse sentido”.

Sá Pinto assegurou que a vitória, conseguida na sexta-feira pelo Marítimo, que coloca os madeirenses no quarto lugar da Liga com três pontos de vantagem sobre os “leões”, não coloca “pressão” sobre a equipa.

“Pensamos sempre em vencer o próximo jogo, é um jogo muito importante. Temos noção que queremos e temos que o ganhar, os resultados dos adversários não nos dão pressão”, afirmou.

O treinador garantiu ter ficado bastante satisfeito com o apoio do público no encontro de quinta-feira frente aos polacos do Legia, no qual os “leões” garantiram o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa.

“Em termos qualitativos é manter a postura, em termos quantitativos gostava que passássemos de 20 mil para 40 mil”, disse, desejando “um Sporting unido e forte, desde a massa associativa até aos jogadores”.

O Sporting parte para a recepção à formação de Vila do Conde - agendada para domingo, às 18h15, e arbitrada por Paulo Batista, de Portalegre – na quinta posição, a três pontos do Marítimo, que tem mais um jogo disputado.