Futebol

Estádio Olímpico de Londres chumbado pela liga inglesa

O Estádio Olímpico de Londres, o grande palco dos Jogos de 2012, foi chumbado para acolher jogos do campeonato inglês de futebol e terá de ser adaptado para o efeito.

Com um custo total de 486 milhões de libras (quase 589 milhões de euros), o Estádio Olímpico não está dotado com um sistema de aquecimento da relva, uma exigência nos requisitos da Premier League.

A empresa que gere o parque olímpico (OPLC) reconheceu à Associated Press que vai ter de operar as alterações exigidas no relvado, já que a infra-estrutura manter-se-á sob o domínio público após o grande evento desportivo e será rentabilizada, entre outras formas, com o aluguer a clubes de futebol.

O West Ham, um dos clubes interessados em utilizar o Estádio Olímpico, chegou a avançar com uma proposta de dois milhões de libras (cerca de 2,4 milhões de euros) para avançar com as remodelações exigidas ao relvado, mas o contrato acabou por ser denunciado devido a várias burocracias legais.

“O Estádio Olímpico é um ‘elefante branco’ e agora vão ter de gastar mais dinheiro para deixar de ser um ‘elefante branco’”, denunciou à Associated Press um dos membros da assembleia municipal de Londres, Andrew Boff.

Apesar de ter sido projectado para provas de atletismo, o Estádio Olímpico de Londres está praticamente obrigado a associar-se aos clubes de futebol para garantir a sustentabilidade a longo prazo.

“O grande problema é que o Estádio Olímpico nunca foi pensado para o futebol. Já vimos os resultados do mau planeamento. Agora, a OPLC tem de resolver este grande problema”, lamentou Andrew Boff, que pertence a uma comissão estatal que acompanha o projecto do Estádio Olímpico de Londres.