Futebol

FIFA analisa "irregularidades" nas transferências de Hulk e Walter

Walter tem o número 18 nos calções
Foto
Walter tem o número 18 nos calções dr

O Comité Disciplinar da FIFA está a analisar todas as transferências mediadas pelo empresário Juan Figger, entre elas as de Hulk e Walter para o FC Porto, depois de ter sido informada de “eventuais irregularidades”.

“Nesta fase não existe qualquer investigação oficial. Falar de consequências disciplinares é, neste momento, especulativo”, explicou fonte da FIFA.

Segundo a agência Bloomberg, a FIFA estaria a investigar todas as transferências mediadas pelo agente uruguaio, que também negociou com o FC Porto Hulk e Walter (entretanto emprestado ao Cruzeiro) por intermédio do clube Atletico Rentistas, também do Uruguai.

A mesma agência escreve que Figger começa por colocar os seus jogadores no Atletico Rentistas para depois os negociar com outros clubes, canalizando as verbas para a Lamico, uma empresa deste agente FIFA, segundo o presidente daquele pequeno clube uruguaio, Mario Bursztyn.

Desde 2010, a FIFA regula todas as transferências por intermédio de uma base de dados, a Transfer Matching System, onde são registados todos os dados das transferências de jogadores, permitindo à FIFA avaliar a legalidade dos negócios.

O artigo 18 do regulamento de transferências barra a interferência de terceiros na independência dos clubes, em matéria de política laboral, transferências e desempenho.

Se verificada alguma destas ingerências de terceiros, “o Comité Disciplinar da FIFA pode impor medidas disciplinares aos clubes que não cumpram as obrigações previstas”, como refere o ponto 2 do mesmo artigo.