Governo mostra-se favorável à venda da Groundforce ao grupo Urbanos

Foto
Alfredo Casimiro, fundador e dono do grupo Urbanos Miguel Manso

A decisão do Governo sobre o negócio “será provavelmente uma decisão favorável”, afirmou Sérgio Monteiro, em declarações aos jornalistas, no final de uma audição na comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas.

Sérgio Monteiro disse, no entanto, que ainda não existe um despacho do Governo a oficializar a decisão. A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, na semana passada, ter validado os contratos para a venda de 50,1% da operadora de handling à Urbanos, com quem a TAP (detentora da Groundforce) celebrara um acordo de princípio para a aquisição da maioria do capital da empresa.

Conhecido o parecer da Autoridade da Concorrência, a concretização do negócio depende agora da avaliação do Governo, faltando também a garantia de que a empresa terá licenças para operar. A Urbanos, liderada por Alfredo Casimiro, espera que, depois de anos de prejuízos, a Groundforce chegará aos lucros em 2013.

Falando aos jornalistas no Parlamento, o secretário de Estado dos Transportes referiu-se ainda aos cortes salariais da TAP, afirmando que o Governo ainda não tomou qualquer decisão sobre o pedido de excepção apresentado pela transportadora.

“Não há qualquer decisão tomada nessa matéria”, afirmou no final de uma audição na comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas. “As decisões que são conhecidas são transversais a todo o Sector Empresarial do Estado (SEE)”, acrescentou, referindo que “neste momento” a TAP está vinculada a essas obrigações.