Ministro da Economia diz que opção pelo nuclear não se coloca

Foto
O ministro salientou que o país tem excesso de produção energética Enric Vives-Rubio

Essa questão “não se coloca neste momento” porque temos um excesso de produção energética, disse o ministro, ressalvando que, vivendo num país democrático, é um assunto que pode ser sempre discutido.

As cerca de 50 personalidades ligadas ao manifesto sobre energia vão hoje colocar em cima da mesa a possibilidade de analisar a introdução do nuclear em Portugal. No manifesto, os signatários referem que “não há nenhuma razão técnica para que em Portugal não se considere a análise da energia nuclear no estudo das diversas opções possíveis para a produção da energia eléctrica”.