Futebol

Cronologia do caso Djaló

Foto
Foto: Miguel Manso

Yannick Djaló não joga desde Agosto, altura em que trocou o Sporting pelo Nice. Esta transferência foi o início de um processo que levou o jogador ao desemprego e agora ao Benfica.

Cronologia 31 de Agosto de 2011

Sporting e Nice acordam a transferência do jogador. Os valores do negócio não foram tornados oficiais, mas o clube francês comprometeu-se a pagar 4,5 milhões de euros por 75% do passe de Yannick Djaló. No mesmo dia, o jogador assina contrato com o Nice, até Junho de 2015.

31 de Agosto/1 de Setembro de 2011

A introdução no sistema da FIFA dos dados da transferência de Yannick Djaló para o Nice é finalizada às 0h04 do dia 1 de Setembro, quatro minutos depois do fim do prazo.


2 de Setembro de 2011

A Federação Francesa de Futebol requer à FIFA uma autorização especial para validar a transferência.


23 de Setembro de 2011

O juiz único da Comissão do Estatuto de Jogador da FIFA rejeita o pedido efectuado pela Federação Francesa de Futebol.


28 de Setembro de 2011

O Nice e Djaló recorrem da decisão para o Tribunal Arbitral do Desporto.


11 de Outubro de 2011

O Tribunal Arbitral do Desporto rejeita o recurso do Nice e de Yannick Djaló. No mesmo dia, Djaló e o Sporting acordam a rescisão do contrato que vigorava até 30 de Junho de 2013, conferindo efeitos retroactivos a 31 de Agosto de 2011. O acordo incluiu uma compensação pecuniária do Sporting ao jogador, que já foi paga.


12 de Outubro de 2011

O Nice considera que “não havendo inscrição, não há negócio” e devolve Yannick Djaló ao Sporting. O clube de Alvalade reage, pela voz do assessor Pedro Sousa: “O Sporting tem um contrato assinado com o Nice, o jogador foi transferido para este clube. Não está inscrito nem pertence aos quadros do Sporting e ponto final.”


26 de Novembro de 2011

Yannick Djaló rescinde, por justa causa, o contrato que o ligava ao Nice, depois ter tentado que o clube francês o reintegrasse na equipa e lhe pagasse os salários.


2 de Dezembro de 2011

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol anuncia que Djaló é um jogador livre para assinar por qualquer clube.


30 de Janeiro de 2011

Sporting emite um comunicado a dizer "que alienou os direitos desportivos e parte dos direitos económicos do jogador Yannick Djaló, no passado mês de Agosto de 2011. O processo está entregue à Direcção Jurídica que, em tempo oportuno, o encaminhou para a FIFA. Face ao facto de determos parte dos direitos económicos do jogador Yannick Djaló, tomaremos todas as providências, no sentido de acautelar e proteger esses mesmos direitos.”


30 de Janeiro de 2011

Em nova conferência de imprensa, o presidente do Sindicato dos Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, Joaquim Evangelista, assegura que Djaló é um jogador livre e dono do seu próprio passe, alegando que “cessando o contrato de trabalho desportivo cessam igualmente quaisquer direitos económicos decorrentes do mesmo”.


31 de Janeiro de 2011

O Benfica anuncia a contratação de Yannick Djaló por quatro épocas e meia.