Liga

Caras conhecidas e Danilo

Foto
Foto: Fernando Veludo/NFactos

Sem Hulk, os dois outros “carrascos” habituais do Vitória de Guimarães, Rolando e James Rodríguez, apareceram para ajudar o FC Porto a voltar a bater o clube minhoto, desta vez por 3-1, no Estádio do Dragão. O campeão arrancou a segunda volta da Liga com sucesso, alcançando a 12.ª vitória em 16 jogos (e o 55.º seguido na prova sem perder), frente a um adversário em subida na tabela que lhe complicou a tarefa e desperdiçou boas oportunidades antes de marcar, também por um jogador que já sabia o que era facturar contra os “dragões”, Faouzi. Danilo obteve os seus primeiros minutos com a camisola portista e cumpriu-os como médio e não como lateral, agradando aos adeptos no pouco tempo que jogou.

Este foi o quarto jogo desde Maio entre FC Porto e Vitória de Guimarães, um dos duelos mais recorrentes do futebol português no último ano. Provavelmente, os vimaranenses já teriam a nota mental “atenção a Rolando nas bolas paradas”, mas nem por isso o defesa-central deixou de marcar. Depois de um período em que os jogadores dos dois lados mostraram como não se deve rematar (e centrar), o internacional português fez tudo bem aos 19’: escapou à marcação, dominou a bola com o peito e chutou de primeira.

Depois de já ter feito um dos golos ao mesmo adversário na final da Taça de Portugal e os dois dos “azuis e brancos” na vitória na Supertaça, Rolando voltou a festejar contra os vitorianos. Quatro golos nos tais quatro jogos com o Vitória – de resto, Nilson foi o único guarda-redes que o central bateu esta época. A assistência foi de James (autor de um hat-trick no Jamor), que também marcaria esta noite.

Depois disso, até ao intervalo, o domínio da posse de bola continuou a ser dos portistas, mas as duas grandes oportunidades pertenceram aos visitantes. Aos 30’, Paulo Sérgio foi de toque em toque, até que o seu disparo encontrou Rolando no caminho. O central também foi decisivo atrás. Oito minutos depois, João Paulo esteve perto do empate, mas Otamendi cortou quase sobre a linha de golo.

Na primeira parte, o FC Porto fez golo no único dos sete remates que fez que foi à baliza. Na segunda, nem precisou de um minuto para conseguir o segundo golo. Uma grande combinação entre João Moutinho e Kléber terminou no golo do primeiro (46’). O lance entusiasmou o FC Porto e abalou o Guimarães, que nos minutos seguintes sofreu para aguentar a pressão.

Mas aos 59’, dois minutos depois de Pedro Mendes entrar e receber os aplausos das bancadas da equipa pela qual foi campeão europeu em 2004, Faouzi, na recarga a um livre de Toscano, reduziu a desvantagem – a falta que esteve na origem do golo foi muito contestada pelo FC Porto. Com Toscano muito activo, parecia que os visitantes poderiam ainda ter uma palavra a dizer.

Outro entrada que mereceu aprovação do Dragão foi a de Danilo, que até entrou para jogar como médio-centro. No minuto seguinte, o brasileiro já contava dois momentos que agradaram aos adeptos: um bom passe para Álvaro Pereira e um remate.

A equipa de Rui Vitória não teve mais nenhuma grande oportunidade, mas os portuenses só descansaram quando James Rodríguez fez o 3-1, depois de o árbitro assinalar penálti sobre o colombiano – também muito constestado pelo Guimarães.

Ficha de jogo

FC Porto, 3


V. Guimarães, 1


Jogo no Estádio do Dragão, no Porto.Assistência
34.914 espectadores.

FC Porto

Helton, Maicon, Rolando, Otamendi, Álvaro Pereira, Fernando, João Moutinho (Souza, 82’), Defour (Danilo, 66’), James Rodriguez (Beluschi, 82’) Varela e Kléber.

Treinador

Vítor Pereira

V. Guimarães

Nilson, Freire, João Paulo, Anderson Santana, Alex, El Adoua, L. Olímpio (Pedro Mendes, 56’), Nuno Assis, Toscano (Soudani, 84’), Paulo Sérgio (Faouzi, 56’) e Edgar.

Treinador

Rui Vitória

Árbitro

Hugo Miguel (Lisboa).

Amarelos

Paulo Sérgio (24’), Kléber (55’), Fernando (58’), Anderson Santana (72’), Toscano (75’) e Edgar (80’).

Golos

1-0, por Rolando, aos 19’; 2-0, por Moutinho, aos 46’; 2-1, por Faouzi, aos 59’; 3-1, por James, aos 77’ (g.p.)

Notícia actualizada às 21h41