Governo alterou lei que regulamenta estes processos

Insolvências disparam 65% em 2011 para quase 11 mil processos

Insolvências têm entupido os tribunais portugueses
Foto
Insolvências têm entupido os tribunais portugueses PÚBLICO

Os processos de falência judicial continuam a aumentar em Portugal, afectando especialmente os sectores dos serviços e da construção.

De acordo com dados divulgados hoje pela Crédito y Caución, com base na publicação das insolvências em Diário da República, houve um total de 10.796 processos em 2011, o que significa um aumento homólogo de 65%.

O sector dos serviços foi o mais afectado, registando um total de 1796 falências judiciais, seguindo-se a construção (733) e a indústria têxtil (404).

As insolvências têm vindo a aumentar em Portugal nos últimos anos. Já em 2010, ano em que se registou um total de 6534 processos, tinha havido uma subida de 31%.

O Governo aprovou recentemente as alterações à lei que regulamenta as falências judiciais, sendo que foi criado um mecanismo que poderá aumentar o número de casos de recuperação de empresas insolventes, nomeadamente através da negociação das dívidas fora dos tribunais.