Acordo "prova que Governo tem capacidade para ceder", diz CDS

Aos jornalistas, no Parlamento, Nuno Magalhães considerou que o acordo "prova que este Governo tem capacidade de diálogo, de ouvir e de ceder naquilo que é possível, em nome um interesse que é a paz social".

Considerando que o acordo é "positivo" e que representa uma "maioria social", o líder da bancada dos centristas desvalorizou o abandono da CGTP da reunião de ontem e a ausência da sua assinatura no acordo. "Isso não é novidade, a CGTP tem a sua agenda que merece respeito", afirmou.