Coreia do Sul

Arquitectos pedem desculpa por projecto que faz lembrar ataque às Torres Gémeas

Imagem virtual do projecto que criou a polémica
Foto
Imagem virtual do projecto que criou a polémica Reuters

Uma equipa holandesa de arquitectos pediu desculpa por ter concebido dois edifícios para o centro de Seul, na Coreia do Sul, e que fazem lembrar as Torres Gémeas de Nova Iorque a explodir, durante os atentados do 11 de Setembro. O projecto enfureceu familiares das vítimas mortas em 2001.

A dupla de edifícios concebidos para apartamentos de luxo chama-se “The Cloud” (“A nuvem”) e a maquete foi apresentada na semana passada às autoridades de Seul.

Desde logo motivou protestos dos familiares das vítimas dos atentados. Estes dizem que as duas torres concebidas para Seul estão ligadas entre si, ao nível do 27.º andar, por aquilo que parece ser uma nuvem de destroços e fogo, numa imagem semelhante à das explosões no World Trade Center de Nova Iorque, na manhã de 11 de Setembro de 2001. Os críticos acusam os arquitectos de não terem tido respeito por aqueles que morreram e utilizaram o sucedido como um golpe barato de publicidade ao projecto.

O estúdio de arquitectura Designer MVRDV alega que não quis criar uma imagem que fosse parecida com a dos atentados e não detectou qualquer semelhança durante o processo de concepção das torres. “Pedimos as mais sinceras desculpas a todos os que se sentiram ofendidos. Não foi essa a nossa intenção”, afirma a equipa no site oficial dos arquitectos. “Começou uma verdadeira tempestade mediática e recebemos emails com ameaças e telefonemas de pessoas enfurecidas a chamar-nos amigos da Al-Qaeda [rede terrorista] ou pior”, acrescenta.

Por enquanto não se sabe se o projecto vai ser alterado, mas até Março as autoridades de Seul deverão decidir se aprovam ou não o design final. As torres deveriam estar concluídas até 2015.