Eleições

Ricardo Morgado é o novo presidente da Associação Académica de Coimbra

O estudante de Engenharia Biomédica Ricardo Morgado foi eleito o 104.º presidente da direcção geral da Associação Académica de Coimbra (AAC), informou a Comissão Eleitoral.

Ricardo Morgado, natural de Gouveia, de 22 anos, que concorreu pela lista L, sucede a Eduardo Melo, que não se recandidatou após cumprir um único mandato. Morgado acabou por ser eleito à segunda volta.

De acordo com os resultados anunciados esta madrugada pela Comissão Eleitoral, depois de dois dias de votação (segunda e terça-feira), a lista vencedora obteve 4155 votos, ao passo que o projecto C, de André Costa, recolheu 3742.

Segundo Pedro Fialho, presidente da Comissão Eleitoral, registaram-se ainda 434 votos brancos e 180 nulos.

Relativamente à primeira volta, em que participaram cinco listas, registou-se uma diminuição de cerca de 700 votantes. Porém, segundo Pedro Fialho, mesmo assim tratou-se de uma das maiores votações dos últimos anos, com 8511 estudantes a exercer o direito de voto, num universo de 21.000.

Em declarações à Lusa, o candidato vencedor assumiu como prioridades o financiamento do ensino superior e a acção social escolar. Ricardo Morgado sublinhou que os estudantes não vão aceitar aumentos de propinas para fazer face aos cortes do financiamento, nem a redução do valor das bolsas de estudo, “que pode significar mais abandono escolar”.

“Não aceitamos que os alunos deixem de estudar por carência económica”, frisou o estudante, finalista de mestrado de Engenharia Biomédica, acrescentando que a sua direcção geral quer “provar que o ensino superior é a alavanca do desenvolvimento do país”.

Anunciou ainda que vai entrar na discussão do Regulamento de Atribuição de Bolsas para tornar as atribuições “mais justas para que nenhum estudante fique excluído do ensino superior, o que está a acontecer neste momento”.