Futebol internacional

Antigo futebolista brasileiro Sócrates não resistiu a infecção e morreu

Sócrates em acção no Mundial de 1986
Foto
Sócrates em acção no Mundial de 1986 Foto: DR

O antigo futebolista Sócrates, que disputou os Mundiais de 1982 e 1986, não resistiu a uma infecção e morreu esta madrugada, confirmou o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internado.

Sócrates, uma das maiores estrelas da selecção “canarinha”, foi internado no Hospital Albert Einstein, na quinta-feira, e o seu estado era considerado grave. Segundo comunicado clínico, Sócrates sofreu um “choque séptico de origem intestinal” provocado por uma bactéria, e encontrava-se nos cuidados intensivos, com respiração assistida.

O antigo jogador, que ficou conhecido pela sua elegância em campo e pelos passes de calcanhar, tinha 57 anos e já tinha estado anteriormente internado devido a uma cirrose hepática, provocada por excessos alcoólicos.

Em finais de Setembro recebeu alta, após ter estado nove dias em coma induzido e com respiração artificial, dada a gravidade da sua situação, tendo reconhecido publicamente, após esse tratamento, a sua dependência do álcool.

Sócrates passou a maior parte da sua carreira no Corinthians, mas representou também Flamengo, Santos e Botafogo de Ribeirão Preto, além de uma passagem pelos italianos da Fiorentina. Foi também um activista político, militante de Esquerda nas décadas de 70 e 80, durante a ditadura brasileira, que governou o país entre 1964 e 1985.