Hélder Rosalino defende redução de funcionários do Estado

Governo estuda revisão das tabelas salariais do sector público até final de 2012

Foto
Catarina Oliveira Alves

O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, defendeu hoje a redução do número de funcionários do Estado e avançou que o Governo vai preparar uma revisão das tabelas salariais do sector público até ao final de 2012.

Hélder Rosalino afirmou que a medida se insere no âmbito do acordo entre o Governo e a troika – Banco Central Europeu (BCE), Comissão Europeia (CE) e Fundo Monetário Internacional (FMI).

O Secretário de Estado defendeu ainda a necessidade de reduzir o número de funcionários públicos, pois, disse, só assim o Governo poderá reduzir os custos com pessoal no Estado.

“Temos que assumir a necessidade de efectuar uma redução do número de funcionários públicos e terão de ser desenhados instrumentos que permitam avançar com este objectivo”, afirmou, numa intervenção proferida no seminário “A Europa e as administrações em tempos de crise”, promovido pelo Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), em Lisboa.

Hélder Rosalino reconheceu que “esta redução de efectivos será a única forma de acomodar a redução de custos com pessoal no Estado que não seja baseada numa redução salarial”.

O secretário de Estado reconheceu, todavia, que os próximos dois anos não serão os melhores para avançar com a redução de funcionários, por serem anos de austeridade em que os funcionários públicos e os pensionistas já se vão ver privados dos subsídios de férias e Natal.

Reconheceu, a propósito, que “como medida mais importante para 2012 está a suspensão dos referidos subsídios”, e acrescentou: “Tenho consciência de que esta medida altera substancialmente o já trágico estado da administração pública”.

Notícia actualizada às 19h05