Programa é apresentado amanhã no Senado

Monti apresenta Governo de tecnocratas para acalmar os mercados

Mario Monti, nesta quarta-feira, após formar governo
Foto
Mario Monti, nesta quarta-feira, após formar governo Foto: Tony Gentile/Reuters

O recém-empossado primeiro-ministro italiano, Mario Monti, vai acumular também a pasta das Finanças e Economia no novo Governo, repleto de tecnocratas – “só peritos, sem políticos” de carreira, salienta mesmo o diário italiano Corriere della Serra, na sua edição online.

Com este Executivo, com 16 ministros mais um “interino” a coadjuvar Monti na pasta das Finanças, o novo primeiro-ministro espera repor a confiança dos mercados no país e acalmar a tensão política dos últimos dias, com a capitulação do Governo de Silvio Berlusconi acelerada pela crise da dívida.

Monti, antigo comissário europeu, anunciou já que vai apresentar o seu programa de Governo amanhã no Senado. O primeiro-ministro conta com o apoio dos principais partidos políticos mas necessita da aprovação em ambas as câmaras do Parlamento para pôr em marcha as esperadas duras medidas de austeridade com que pretende “devolver” a Itália ao crescimento económico.