Comissão política nacional

PS decidiu-se pela abstenção na votação final do OE

PS apoiou Seguro na votação ao OE
Foto
PS apoiou Seguro na votação ao OE Foto: PÚBLICO

A comissão política nacional do PS aprovou esta sexta-feira de madrugada a proposta do secretário-geral, António José Seguro, para a abstenção nas votações na generalidade e especialidade do Orçamento do Estado para 2012.

Foram 68 votos a favor, 28 contra e duas abstenções. Os socialistas têm assim já definida a votação até na votação final global. Ou seja, abstêm-se mesmo que a maioria de direita não incorpore na proposta de Orçamento qualquer das alterações que venham a ser defendidas pelo seu grupo parlamentar.

Seguro propusera a abstenção invocando o interesse e credibilidade do país, embora rejeitando qualquer responsabilidade na futura execução do OE.

Durante a reunião garantiu que – com ele à frente do partido – o acordo com a troika não seria rompido. Mas acrescentou não sentir ter qualquer responsabilidade em relação à execução do próximo Orçamento por não ter sido chamado a dar o seu contributo pelo Governo.