Dados da Travelport

Reservas turísticas de portugueses aumentam 33% em Outubro

Prevê-se um aumento da procura de destinos como a Madeira
Foto
Prevê-se um aumento da procura de destinos como a Madeira Reuters/Duarte Sá

Os agentes de viagens reunidos na Travelport registaram 234 mil reservas em Outubro deste ano, mais 33% em relação ao mesmo mês do ano passado. O anúncio das medidas de austeridade pode ter apressado os turistas nacionais.

A informação foi adiantada por António Loureiro, representante da Travelport em Portugal, consultora de viagens e criadora do sistema de reservas Galileo, que cobre os serviços de 90% dos operadores turísticos no país.

António Loureiro diz que um dos factores que pode explicar este fenómeno é o medo das medidas de austeridade, que pode ter levado os clientes a fazer as reservas para muito mais cedo. “Toda a gente que queria viajar começou a reservar tudo agora”, explicou o responsável pela operação da Travelport em Portugal, Espanha e Brasil.

Este terá sido o melhor mês do ano para as empresas que trabalham com a Travelport, tendo mesmo ajudado a cobrir “metade das perdas do resto do ano”, afiançou António Loureiro.

Para 2012, o representante da Travelport espera um “ano complicado”, ainda que a queda da procura entre os agentes que a empresa representa não deva ultrapassar os 4%. “Parece pouco, mas em volumes de negócio é muita coisa”.

“A procura interior deve crescer", antecipa António Loureiro. A procura pelos Açores e pela Madeira vai acelerar, tal como as compras em grupo e as promoções, segundo este responsável, para quem estas serão as grandes apostas em tempo de crise.

As declarações foram feitas durante a apresentação de uma nova aplicação para os agentes de viagens. O Travelport Mobile Agent é uma aplicação para tablets e smartphones que vai permitir aos operadores turísticos “aceder em qualquer lugar e a qualquer hora aos conteúdos disponibilizados pela multinacional de turismo”.

O Travelport Mobile Agent vem assim juntar-se ao sistema Galileo, um dos maiores sistemas de distribuição global ligados à indústria mundial do turismo.

Para já, a aplicação ainda só está disponível para iPhone e iPad. Até ao final do mês deverá estar disponível para equipamentos Android. António Loureiro revelou ainda que nos dois primeiros dias de venda, a aplicação foi descarregada 186 vezes, a partir da App Store. A tecnologia é portuguesa e está já presente em mais de 80 países.