Restauração

Turismo do Alentejo quer lançar promoções para contrariar efeitos da subida do IVA

IVA na restauração aumenta para 23% em 2012
Foto
IVA na restauração aumenta para 23% em 2012 Paulo Pimenta

A Turismo do Alentejo, em parceria com os restaurantes, quer lançar pacotes promocionais que incentivem a procura da gastronomia da região, como forma de “responder à crise” e “ultrapassar os efeitos da subida” do IVA na restauração.

“Um aumento de impostos pode vir sempre a ter consequências nos fluxos turísticos e na procura”, admitiu o presidente da Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo, António Ceia da Silva.

O aumento do IVA para 23% na restauração, previsto na proposta do Governo para o Orçamento do Estado (OE) para 2012, obriga, por isso, à adopção de medidas para procurar contrariar uma eventual diminuição da procura.

“Em conjunto com os restaurantes, temos que ser inovadores nas acções e acertar modelos de comunicação que possam ajudar a ultrapassar os efeitos da subida do IVA”, disse.

O presidente da Turismo do Alentejo falava à Lusa à margem do debate o “Impacto da alteração da taxa de IVA no subsector da restauração”, realizado hoje em Évora, numa iniciativa promovida pelo município local.

Ceia da Silva foi um dos oradores no encontro, desafiando os representantes da restauração a serem “pró-activos”, com o apoio da ERT, na resposta à crise e à subida do IVA para a taxa máxima.

“Não vale a pena estarmos a falar sobre uma situação que já está no OE. O que vamos fazer é lançar iniciativas para a contrariar”, frisou.

Neste âmbito e como exemplo, segundo Ceia da Silva, a Turismo do Alentejo quer avançar no próximo ano com a realização de mais semanas gastronómicas e promover “alguns fins-de-semana com preços muito apelativos nos restaurantes”.

“Queremos responder a esta crise dizendo às pessoas que podem continuar a vir comer ao Alentejo porque a gastronomia é excelente e há articulação entre qualidade e preço”, disse.

Tendo em conta que o produto gastronomia e vinhos já é o “segundo motivo” de visita turística à região – o primeiro é a monumentalidade –, a Turismo do Alentejo aposta nas promoções e incentivos para atrair mais visitantes, até da vizinha Espanha.

“Pretendemos acentuar a nossa promoção nos mercados externos”, disse, argumentando que é preciso “divulgar mais a gastronomia e a restauração alentejanas na Andaluzia e Extremadura”, regiões espanholas que confinam com o Alentejo.

Já a médio prazo, defendeu, o programa ligado à gastronomia “Alentejo Bom Gosto”, que a ERT quer implementar “até final de 2012”, também pode potenciar esta área.

Este programa, explicou, pressupõe a elaboração da carta gastronómica do Alentejo, a certificação dos restaurantes da região de acordo com os critérios do serviço de utilização de ementas típicas e a criação de um roteiro de restaurantes.