Doidos por Phineas e Ferb

Dois irmãos ocupam o Verão com brincadeiras mirabolantes, sob a vigilância da intrometida irmã mais velha. Têm um pequeno ornitorrinco como animal de estimação, mas não desconfiam de que é um agente secreto internacional. Personagens de uma série que tem muitos fãs, já recebeu um Emmy e transformou o famoso guitarrista Slash (dos Guns N" Roses) num desenho animado.

Vivem numas eternas férias de Verão e por isso, logo a abrir cada um dos episódios da série, Phineas e Ferb cantam: "Cento e quatro dias que fazem as férias e a escola acaba com elas. Mas o grande problema que todos vivemos é saber como aproveitá-las." E estes dois meio-irmãos aproveitam-nas mesmo, seja fazendo uma praia no quintal, construindo uma escada para a Lua ou criando robôs à sua imagem.

Um desespero para Candace, a irmã mais velha, que é uma desmancha-prazeres e tenta boicotar os sonhos dos rapazes. Felizmente, nunca consegue provar "as queixinhas" que faz aos pais. E é aí que entra Perry, o animal de estimação que afinal é um espião.

Não são estas as únicas personagens desta série de sucesso do Canal Disney, mas é à volta delas que tudo gira e acontece, nos filmes e nos livros. Uma ideia de Dan Povenmire e Jeff "Swampy" Marsh.

O filme recém-estreado em Portugal Phineas e Ferb Através da 2.ª Dimensão "conseguiu uma audiência média de 185 mil telespectadores, dos quais 91 mil eram crianças no grupo 4-14 anos de idade (32,6% share, universo audicabo)", informa a agência de comunicação da Disney. Exibido a 17 de Setembro, liderou as audiências, na sua faixa horária da emissão (20h30), em crianças dos quatro aos 14 anos.

Ambiente futurista

Jon Colton Barry juntou-se aos autores na escrita do argumento e Robert Hughes acompanhou a Dan Povenmire na realização.

Na antestreia em Lisboa, o auditório da Fundação Champalimaud encheu-se de crianças e adultos, muitos deles ligados ao universo televisivo. "A escolha deste espaço para a antestreia decorreu do próprio espírito do filme, que tem uma estética futurista de entrada numa outra dimensão. O edifício da fundação adequava-se perfeitamente. Além disso, não sendo de distribuição comercial, passa apenas no cabo, não podíamos usar as salas de cinema habituais para a apresentação", explica Rita Braga, responsável pela divulgação dos produtos Disney em Portugal.

Nos Estados Unidos, este foi o filme de animação mais visto de sempre da televisão por subscrição. Com os seguintes valores para os diferentes targets: 2-11 anos (6,23 milhões), 6-11 (4,67 milhões) e 9-14 (3,58 milhões). "No total de telespectadores, tornou-se no filme de entretenimento n.º 1 do universo televisivo de cabo (10,7 milhões) e no 5.º filme mais visto de todos os tempos", segundo a Disney.

Banir o Verão

Vamos então ao filme. Como não poderia deixar de ser, tudo se passa numa tarde de Verão, em Danville. Estavam os rapazes a festejar o aniversário do seu querido ornitorrinco, a mascote Perry, quando são lançados por uma catapulta (por eles construída) até ao laboratório do maléfico Dr. Doofenshmirtz. Aí, entram num complexo aparelho que abre portais para outras dimensões, de seu nome Outra-Dimensão-inator. (Todas as invenções do Dr. Doofenshmirtz têm designações terminadas em "inator" e um mecanismo de autodestruição.)

A banda sonora que acompanha a acção conta com o guitarrista Slash, fundador dos Guns N" Roses e dos Velvet Revolver. A música Kick It Up a Notch faz parte de um videoclip em que o músico se transforma em desenho animado, dando um concerto com Phineas e Ferb num estádio cheio.

"Um prazer secreto e muito rock "n" rol, mesmo para um desenho animado", é como o guitarrista define a série, de que se diz fã.

Voltemos à história. Os protagonistas vão entrar numa Danville alternativa, encontram os seus alter-egos e ficam a saber que o amigo ornitorrinco afinal é um espião internacional. E, drama dos dramas, ali o Verão foi banido. Pela mão, claro, do Dr. Doofenshmirtz-2, que reina (ditatorialmente) nesta 2.ª dimensão.

Sem Verão, não há férias, e isso é que não pode ser.

Mais dois livros

Também existe o livro sobre o filme, que em Portugal é editado pela Dom Quixote e teve uma tiragem inicial idêntica à de todos os títulos da colecção: cinco mil exemplares.

Susana Almeida, da direcção de comunicação da editora, informa que "as idades das crianças que mais têm procurado os livros se situam entre os sete e os nove anos".

Desde Outubro de 2010, data de início da publicação da série, já foram lançados 11 títulos. O primeiro vai na 3.ª edição (Senhores da Velocidade) e alguns já viram editada a 2ª. No total, "foram vendidos cerca de 30 mil exemplares da colecção Phineas e Ferb".

Na passada sexta-feira chegaram às livrarias Sorri! Estás a Ser Filmado e A Velha História de Sempre. O próximo será lançado em Janeiro de 2012.

Regressando ao filme e a Danville-2, nesta 2.ª dimensão, os rapazes, que querem recuperar as férias, vão ter a ajuda da Resistência, liderada, inesperadamente, por Candace-2 (o outro "eu" da metediça irmã de Phineas e Ferb).

As coisas correm mal e as personagens alternativas entram no portal que as trará para a 1.ª dimensão, numa grande trapalhada e animação. Com muitas lutas, saltos, quedas, choros, risos e tudo o mais de que se faz um filme animado deste género. Por vezes até demasiado histriónico.

Na versão portuguesa, as vozes principais são de André Raimundo (Phineas), de Peter Michael (Ferb) e Carla Garcia (Candace). A música de abertura, Será Um Dia Fenomenal, é interpretada por André Cruz, um dos finalistas do concurso de televisão Ídolos.

Férias recuperadas

Na página Phineas e Ferb no Facebook, há vários comentários de fãs de diferentes idades: "Fico cantando a música deles em casa, minha irmã e minha mãe quase me matam!"; "O Dr. Heinz Doofenshmirtz é um grande boneco"; "A Candace é mesmo uma doida"; "[O Dr. Doofenshmirtz] é o preferido do meu filho!"; "Animação sem igual".

Em todos os episódios, há uma frase inicial de Phineas que desencadeia as aventuras e disparates: "Ferb, já sei o que vamos fazer hoje!" Também ela é repetida em diversas mensagens nas redes sociais.

Último plano. É claro que o Verão voltará à 2.ª dimensão (e as férias também), Candace não conseguirá (mais uma vez) explicar aos pais as loucuras que os irmãos cometem e, espanto, o mauzão irá arrepender-se do que fez. Afinal, ele só queria recuperar um pequeno brinquedo que tinha perdido algures na infância.

Resumindo, um final feliz. Já sabe o que vai fazer hoje?

[email protected]

Sugerir correcção