JSD quer “responsabilizar criminalmente” Sócrates

Duarte Marques, defende que “José Sócrates e os restantes membros do seu Governo devem ser julgados”.

Foto
A má gestão não pode passar impune, disse Duarte Marques

O líder da Juventude Social Democrata, Duarte Marques, defende que “é tempo de responsabilizar criminalmente quem levou o país a esta situação”, entendendo que “José Sócrates e os restantes membros do seu Governo devem ser julgados”.

As declarações de Duarte Marques foram deixadas na sua página no Facebook, já depois de o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ter anunciado ao país mais medidas de austeridade inscritas no Orçamento do Estado para 2012, e que passam por cortar os subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos e pensionistas que ganhem mais de mil euros. 

O também deputado social-democrata à Assembleia da República insistiu, ainda, que “doa a quem doer a má gestão não pode passar impune”, sublinhando que “neste momento milhares de portugueses vão perder qualidade de vida graças ao desvario que ocorreu em Portugal nos últimos seis anos”. 

A propósito deste assunto, em declarações à TSF, o líder da JSD apelou ainda ao Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, que “accione os meios que tem à sua disposição para investigar e levar a julgamento os verdadeiros responsáveis pela situação a que chegou este país”.

E acrescentou: “Foi já avaliado pelo próprio Tribunal de Contas que as decisões tomadas nos últimos anos, em especial pelo Governo do engenheiro Sócrates, que escondeu as contas aos portugueses e criou contratos que põem em causa o futuro das novas gerações”. 

À semelhança de Duarte Marques, também o antigo líder do PSD Marques Mendes, durante uma intervenção na TVI24, declarou ontem que os “governantes no plano nacional, local e regional que se envolvem em atitudes irresponsáveis, danosas e de violação de orçamentos, devem ter não apenas uma responsabilização política, mas também financeira e criminal”. Segundo Marques Mendes, “todos nós, uns mais do que outros, vamos pagar os erros que cometeram políticos e governantes que andaram durante muito tempo a dizer que estava tudo bem”. 

As declarações de Duarte Marques já mereceram uma reacção por parte do líder da Juventude Socialista, Pedro Alves, que citado pela TSF acusou o social-democrata de “procurar manchetes bombásticas sem fundamento”.