Derrota contra a Argentina

Portugal afastado da final do Mundial de hóquei em patins

Portugal perdeu por 4-3 com os argentinos
Foto
Portugal perdeu por 4-3 com os argentinos DR

A selecção portuguesa de hóquei em patins foi afastada da final do Mundial 2011 ao ser derrotada, na madrugada deste sábado, pela Argentina, a equipa da casa, por 4-3.

Num jogo marcado por uma arbitragem polémica da dupla de árbitros constituída pelo espanhol Antonio Gómez e pelo suíço Eurico Armati, Portugal chegou ao intervalo a vencer por 1-0, com um golo marcado por Caio na marcação de um livre directo aos 18 minutos.

No entanto, na segunda parte com várias decisões da dupla de árbitros que mereceram forte contestação dos portugueses, a Argentina deu a volta ao resultado.

Aos 28 minutos Emanuel García na conversão de uma grande penalidade fez o 1-1 e no minuto seguinte Reinaldo García colocou pela primeira vez os argentinos em vantagem ao conseguir converter, à segunda tentativa, um livre directo.

A ordem para mandar repetir esse livre directo motivou protestos dos jogadores portugueses e Reinaldo Ventura acabou por ver um cartão azul, o que obrigou a selecção nacional a jogar dois minutos com menos um jogador.

Apesar da desvantagem numérica, Portugal conseguiu manter a diferença no marcador na margem mínima, mas a cinco minutos do fim David Paez fez o 3-1 num remate sem hipóteses para o guarda-redes Ricardo Silva.

Dois minutos mais tarde, a Argentina aumentou para 4-1, por Pablo Álvarez e parecia que o vencedor do encontro estava encontrado, mas os jogadores portugueses ainda conseguiram reagir.

Aos 38 minutos Reinaldo Ventura reduziu para 4-2 e a 43 segundos do final Ricardo Barreiros colocou a vantagem argentina em apenas um golo (4-3), mas Portugal já não conseguiu no pouco tempo que restava fazer o golo que levava a meia-final para o prolongamento.

Com esta derrota, Portugal disputa este sábado o último lugar do pódio com Moçambique que surpreendeu ao obrigar a Espanha a um prolongamento na meia-final (4-3).

Sugerir correcção