DR
Foto
DR

A minha casa é um skate park

Pierre-André Senizergues passou mais de meia vida com um skate nos pés. E não pretende separar-se dele nem em casa

Pierre-André Senizergues fundiu-se com o skate quando tinha 15 anos. Nasceu em L’Hay Les Roses, um subúrbio de Paris, e dividiu a sua juventude entre a universidade, a IBM, a Califórnia e os títulos (12 campeonatos de França, nove taças europeias, duas taças do mundo e um campeonato do mundo).

E se a sua experiência lhe permitiu criar moda na modalidade (marcas como Etnies, éS e Emerica e ThirtyTwo), a loucura atraiu o actual CEO da Sole Technology para a ilusão de uma casa de sonho que permitisse ao skater conviver em total harmonia com a sua prancha.

Vamos ao que interessa. Senizergues, o designer Gil Le Bon Delapointe e o arquitecto François Perrin imaginaram o mundo utópico dos skaters: suave como seda, com divisões em forma de half-pipe, obstáculos e mobília (Skate Study House) feitos à medida e um sem número de possibilidades de dropar.

PÚBLICO -
Foto
Sair de casa é um pecado DR

Dentro da PAS House podemos acordar com a prancha nos pés e passar um dia inteiro sem a abandonar. O protótipo está à vista. Os criadores dizem que talvez no próximo ano seja possível colocar umas rodinhas no projecto.