Dólar de Andy Warhol ajuda a resolver crise na Irlanda

"Dollar Sign", de Andy Warhol, está avaliado entre 300 mil e 440 mil euros
Foto
"Dollar Sign", de Andy Warhol, está avaliado entre 300 mil e 440 mil euros D.R.

Os lucros da venda de "Dollar Sign" pretendem ajudar endividamento de bancos irlandeses

O conhecido quadro de Andy Warhol com o símbolo do dólar faz parte da colecção de arte que vai a leilão para ajudar nos problemas financeiros da Irlanda. O leilão, que está a cargo da Christie's, junta cerca de 14 peças de arte avaliadas em 2,8 milhões de dólares (cerca de 2 milhões de euros).

A agência irlandesa de gestão dos activos (na sigla original NAMA), criada o ano passado com o intuito de resolver alguns dos problemas financeiros dos bancos irlandeses, está a vender inúmeros objectos penhorados durante a crise imobiliária e financeira daquele país, como forma de recuperar 31 mil milhões de euros de dívida. Entre os bens colocados à venda, encontram-se helicópteros, jactos privados e hotéis de cinco estrelas.

No campo da arte, encontram-se obras como "Dollar Sign", de Andy Warhol, "Man Doing Accounts", de Jack Butler Yeats, irmão do poeta irlandês W.B. Yeats, e "Ace Airport" do também artista pop Alex Katz. Segundo a Christie's, a obra concebida por Warhol está avaliada entre 300 mil e 440 mil euros e pertencia a um dos devedores da NAMA, que terá oferecido cooperação na sua venda.

Apesar de a agência de leilões não ter identificado a identidade dos coleccionadores, os órgãos de comunicação irlandeses sugerem que grande parte das peças pertenceria a Derek Quinlan, antigo proprietário de muitos hotéis luxuosos de Londres, como por exemplo o Savoy, que terá entrado em falência na crise imobiliária de 2008.

O leilão vai ser dividido em duas sessões, uma em Nova Iorque, a 9 de Novembro, e a segunda em Londres, a 17 de Novembro. O quadro de Andy Warhol vai à praça no leilão de Nova Iorque.