Vítor Pereira: "Tivemos maturidade e soubemos dar a volta ao resultado"

Foto
Vítor Pereira entrou a ganhar na Champions Luis Efigenio/NFACTOS

"É fundamental termos maturidade nesta fase da Liga dos Campeões. Soubemos acelerar e desacelerar a partida, em especial no segundo tempo. Não fomos felizes a entrar na partida. Não conseguimos converter uma grande penalidade e acabámos por sofrer um golo. Mas soubemos dar uma volta ao resultado. O Shakhtar não é uma equipa qualquer, mas soubemos controlar o jogo", analisou Vítor Pereira, na flash-interview no final do encontro.

Já Hulk não escondeu o grande prazer que obteve com o grande golo apontado, que empatou o encontro. “Conseguimos o objectivo. Fico feliz por ter feito o golo. Ninguém esperava que conseguisse com a bola de tão longe [na marcação de um livre directo]. Treino para marcar golos destes. No entanto [risos], acabei por falhar o penalti que, teoricamente, seria mais fácil de marcar. É preciso lembrar que o Shakhtar tem boa qualidade, nomeadamente com os jogadores brasileiros que jogam no ataque, mas a nossa defesa esteve muito concentrada”, referiu.

Kléber, autor do golo da vitória, agradeceu a confiança de Vítor Pereira: "Foi bastante emocionante para mim, porque sempre sonhei jogar na melhor liga do mundo. Abracei [o treinador] Vítor Pereira nos festejos do segundo golo porque ele tem vindo a acreditar em mim e a incentivar-me. Sofremos o golo muito cedo e tivemos de subir no terreno para responder, mas conseguimos."