Em 2010 o Teatro São João recebeu mais visitas do que em 2009 DR
Foto
Em 2010 o Teatro São João recebeu mais visitas do que em 2009 DR

"Júlia, João e Cristina" no TNSJ

Trata-se de uma adaptação de “A Menina Júlia” de Strindberg encenada pela búlgara Margarita Mladenova

Depois da estreia mundial de “Saturday Night”, um espectáculo do grupo escocês Vanishing Point que abriu a nova temporada do Teatro Nacional S. João (TNSJ), o palco voltará à acção com “Júlia, João e Cristina”.

Trata-se de uma adaptação de “A Menina Júlia” de Strindberg encenada pela búlgara Margarita Mladenova, que se estreará no TNSJ a 13 de Outubro (até ao dia 15) e que marca o final do programa Odisseia: Teatro do Mundo.

Outra estreia absoluta que o TNSJ nos reserva para Outubro é “Estocolmo”, um espectáculo encenado por Ana Luena a partir de um texto original do poeta Daniel Jonas.

PÚBLICO -
Foto
Júlia, João e Cristina com encenação de Margarita Mladenova DR

Co-produzido pelo TNSJ e pelo Teatro Bruto, “Estocolmo”, que se estreará no Teatro Carlos Alberto (TCA) no dia 6, não nos transporta para a capital sueca, mas antes para o peculiar estado psicológico – baptizado como síndrome de Estocolmo – desenvolvido por vítimas de rapto que tendem a identificar-se com os respectivos raptores.

Ainda este mês, o TNSJ acolherá, nos outros dois espaços que gere – o TCA e o Mosteiro de S. Bento da Vitória –, vários espectáculos integrados no Festival Internacional de Marionetas do Porto, incluindo “Éloge du Poil” uma criação da performer francesa Jeanne Mordoj, que recupera e interroga a clássica figura circense da mulher barbuda, ou “Estória do Tamanho das Palavras”, uma encenação de Thomas Bakk interpretada por Raquel Rosmaninho e Raul Constante Pereira.

Lê o artigo completo no PÚBLICO