Fotogaleria
A nova área metropolitana de Seul DR
Fotogaleria
Elemental Monterrei DR

Vamos reconstruir as cidades

Construir metade de uma casa e olhar duas vezes para a área metropolitana de Seul

Com um valor de 100 mil euros por categoria, o Index é o mais valioso prémio do design. Os vencedores das cinco categorias foram anunciados em Copenhaga.

Prémio Habitação

Elemental Monterrei — O arquitecto chileno Alejandro Aravena, do projecto Elemental, fez as contas: o dinheiro público disponível para construir uma casa de habitação social permite construir uma habitação com apenas 36 metros quadrados.

O desenho proposto pelo Elemental parte precisamente dessa dimensão, mas faz dela apenas metade da casa. Os arquitectos constroem essa meia-casa, mas deixam um espaço equivalente ao lado para que os proprietários construam, à medida dos seus meios e das suas necessidades, a outra metade.

Esta solução garante que existe uma estrutura base de qualidade, que inclui já as partes mais complexas do apartamento – casas-de-banho, cozinhas e escadas e paredes principais. O projecto, já construído em Monterrei, México, é composto por setenta unidades deste tipo.

Prémio Comunidade

Design Seul — O júri dos Prémios Index distinguiu o projecto Design Seul para a área metropolitana da capital da Coreia do Sul como um exemplo de como deve ser pensada uma grande cidade hoje.

O princípio base é um design urbano centrado nas pessoas. Seul ficou quase completamente destruída depois da Guerra da Coreia e sofreu um rápido processo de reconstrução e expansão nas décadas de 60 e 70, privilegiando sobretudo a construção e infra-estruturas e tornando-se uma “cidade de betão”.

O objectivo actual é recuperar a preocupação com os habitantes, através do planeamento de espaços e serviços públicos (um exemplo é o novo serviço telefónico na cidade).

O projecto, lançado há cinco anos, permitiu também a transformação de vastas áreas, mas, sublinha o júri, pensando na cidade como um todo e não em partes.