Espanha

Francesc Satorra, o "homem do bigode"

"El tio del bigote": do anonimato ao estrelato numa fotografia
Foto
"El tio del bigote": do anonimato ao estrelato numa fotografia DR

Na última quarta-feira, no Camp Nou, nasceu mais uma "estrela". Não falamos de um avançado que tenha marcado um golo decisivo ou de um guarda-redes que tenha defendido um penálti, até porque todos os jogadores de Real Madrid e Barcelona já são "estrelas" de dimensão planetária.

O Barcelona-Real Madrid para a Supertaça espanhola já estava quase no fim, o Barça ia conquistar mais um título. Marcelo tem uma entrada dura sobre Cesc Fábregas, é expulso e gera-se uma confusão nos bancos das duas equipas. José Mourinho mete o dedo no olho de Tito Vilanova, adjunto de Pep Guardiola, e, entre os dois, está um homem de bigode, com um ar tão impassível, quase aborrecido, e tão deslocado do ambiente que as imagens dos incidentes até parecem montagem.

Esta espécie de Borat catalão trata-se de Francesc Satorra responsável pelas entradas nos balneários do Camp Nou e foi um anónimo empregado do Barcelona nos últimos 30 anos. Mas com as redes sociais, pouco tempo depois do jogo já era uma celebridade, com páginas no Facebook e milhares de referências no Twitter como "el del bigote" (o do bigode).

Já existem t-shirts à venda na internet com a figura desta catalão impassível com bigode generoso e cabelo denso e impecavelmente penteado e gravata às riscas, e já se fazem montagem com a sua cara em diversas fotografias: "el tio del bigote" com Barack Obama, como astronauta, como Elvis Presley, como Borat, Aznar. As possibilidades são infinitas.