V. Setúbal entra a ganhar e salta para a liderança do campeonato

Foto
Os adeptos do Vitória festejaram um triunfo na primeira jornada Foto: Nuno Ferreira Santos (arquivo)

Pitbull não marcou, mas foi a estrela que conduziu a equipa na reviravolta. Anderson do Ó, por seu lado, esteve no melhor e no pior. Primeiro (nos descontos da primeira parte) cometeu um disparate e permitiu a Luisinho colocar os pacenses na frente. Depois (53’), fez o empate com um remate após um canto de Pitbull.

O golo comprometeu a estratégia do Paços que, no minuto seguinte, ficou ainda pior quando o central Cohene foi expulso (o guarda-redes Cássio também viu o vermelho em cima dos 90 minutos). Com menos um elemento, Rui Vitória recuou Filipe Anunciação, Manuel José fixou-se no meio-campo e a equipa lá foi conseguindo fechar os caminhos para a baliza. Mas não foi suficiente. Aos 91’, Pitbull conseguiu arrancar um cruzamento para a área, onde surgiu João Silva, emprestado pelo Everton, a cabecear para a vitória.

O árbitro João Capela acabou também por expulsar o central Ricardo Silva, em cima do apito final. Seguiram-se cinco minutos de descontos e mais uma expulsão, a de Cássio, que não terá tido tento na língua e viu o cartão vermelho, obrigando Manuel José a recuar para a baliza. “Estamos todos a começar. Temos de trabalhar para ficarmos todos bem. Temos de assumir as nossas responsabilidades e esperamos que todos façam o seu trabalho”, disse, no final, o treinador Rui Vitória, numa alusão ao trabalho do árbitro e dos seus jogadores. Quanto a Bruno Ribeiro, promete trabalho: “Vamos continuar a lutar jogo a jogo pela conquista dos três pontos”.