Programa Life+ aprovou um financiamento total de 244 milhões

Bruxelas aprova 3,7 milhões de euros para protecção da natureza em Portugal

O projecto para a floresta do Buçaco está orçado em 3,1 milhões de euros
Foto
O projecto para a floresta do Buçaco está orçado em 3,1 milhões de euros Paulo Pimenta/PÚBLICO

Conservar as florestas de amieiros em dois rios para ajudar as libélulas e controlar as espécies invasoras da floresta do Buçaco são os dois projectos portugueses seleccionados para o financiamento Life+ da Comissão Europeia, com 3,7 milhões de euros de um total de 244 milhões.

Bruxelas, através do seu fundo para o Ambiente, aprovou financiamento para o projecto BRIGHT, da Fundação Mata do Buçaco, orçado em 3,1 milhões de euros. Além do controlo das exóticas invasoras, o projecto tentará recuperar habitats, através da plantação de espécies de flora autóctone.

O outro projecto seleccionado, com 600 mil euros, foi o Ecotone, da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza. O objectivo é conservar “florestas aluviais de amieiros em dois rios portugueses”, para “aumentar as populações de três espécies da libélula (Oxygastra curtisii, Gomphus graslinii e Macromia splendens)”. O projecto pretende também “melhorar o estado de conservação de duas espécies de mexilhão-de-rio (Margaritifera margaritifera e Unio crassus)”.

Estes dois projectos fazem parte da lista de 183 com financiamento aprovado pela Comissão Europeia, espalhados por todos os Estados membros e que vão desde a natureza ao clima, passando pela tecnologia limpa, política ambiental e informação e comunicação. Bruxelas recusou 565 projectos.

O comissário europeu do Ambiente, Janez Potočnik, considera que os projectos seleccionados são “inovadores e de grande qualidade”, trazendo “um nível elevado de valor acrescentado para a UE”. “Estes novos projectos não só darão um contributo significativo para a conservação da natureza e a melhoria do ambiente, incluindo a luta contra as alterações climáticas. Eles ajudarão também a sensibilizar toda a Europa para os grandes desafios ambientais que enfrentamos, como a necessidade de dissociar o crescimento da utilização dos recursos”.

O LIFE+ é o novo instrumento financeiro europeu para o Ambiente, com um orçamento total de 2143 milhões de euros para o período de 2007-2013. A Comissão lança um convite à apresentação de propostas LIFE+ por ano.