Justiça

Autarca da Trofa terá beneficiado presidente do Sp. Braga

António Salvador
Foto
António Salvador Foto: Manuel Roberto/arquivo

A presidente da Câmara da Trofa, a socialista Joana Lima, é suspeita de ter beneficiado o actual presidente do Sporting Clube de Braga, António Salvador, proprietário da empresa de construção Britalar, tendo as instalações do clube sido anteontem alvo de buscas.

A relação entre Joana Lima e António Salvador está a ser analisada ao pormenor pela Polícia Judiciária (PJ), no âmbito de um inquérito que investiga crimes económicos, nomeadamente, corrupção.

A presidente da Câmara da Trofa recusou-se ontem a comentar estes novos dados, tendo remetido todas as explicações para uma nota que enviou à comunicação social. Nesse esclarecimento confirma-se que "elementos da Polícia Judiciária estiveram ontem [anteontem], terça-feira, nas instalações da câmara onde procederam à recolha de elementos, no âmbito de um processo de investigação", como ontem noticiou o PÚBLICO. "A autarquia facilitou a acção dos investigadores tendo prestado todas as informações solicitadas e aguarda serena e tranquilamente o desenrolar da investigação", garante-se na nota. E acrescenta-se: "A presidente da Câmara da Trofa acredita nas instituições e no seu trabalho, bem como nas autoridades e está empenhada em ver esclarecidas, o mais rapidamente possível, todas as dúvidas que alegadamente envolvem a Câmara Municipal da Trofa".

Contactado pelo PÚBLICO, António Salvador remeteu esclarecimentos para o advogado Bruno Macedo, que acompanhou as buscas ao Braga e salientou que o clube colaborou em tudo que foi solicitado. "Nem o Sporting de Braga, nem nenhum elemento do clube são arguidos neste processo", enfatizou Bruno Macedo.

Ler mais na edição impressa e na edição impressa online exclusiva a assinantesNotícia substituída às 09h18

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações