Futebol

Benfica vai instaurar processo disciplinar a Fábio Coentrão

Coentrão será alvo de um processo disciplinar por parte do Benfica
Foto
Coentrão será alvo de um processo disciplinar por parte do Benfica Foto: Miguel Vidal/Reuters

O Benfica vai instaurar um processo disciplinar a Fábio Coentrão, devido a uma entrevista não autorizada que o futebolista deu ao diário desportivo espanhol “As”.

O regulamento interno do Benfica impede que os jogadores concedam entrevistas sem autorização do clube, norma que o defesa esquerdo terá infringido, ao prestar declarações ao “As”, nas quais assume que já tomou a decisão de rumar ao Real Madrid, treinado por José Mourinho. Daí a decisão do clube de avançar para um processo disciplinar, segundo apurou a agência Lusa junto de fonte do clube.

“No Verão passado, fiquei no Benfica porque o sentia, do coração. Sempre fui sincero. Agora, a minha cabeça só está em Madrid e tenho de ir para lá”, disse Coentrão ao jornal espanhol, garantindo que a sua decisão está tomada. “É o que quero e tem de ser, e vai ser”, sublinhou.

A entrevista do internacional português, de 23 anos, surge depois de o Benfica ter afirmado que não existe “qualquer tipo de acordo” com o Real Madrid para a transferência do futebolista. Em comunicado divulgado na segunda-feira, o Benfica adverte que “a cláusula de rescisão do jogador é de 30 milhões de euros e os possíveis interessados no seu concurso sabem disso”.

Fábio Coentrão, formado no Rio Ave, chegou ao Benfica no verão de 2007, mas foi emprestado nas duas primeiras épocas. Em 2007-08 esteve cedido ao Nacional e na temporada seguinte teve a primeira experiência em Espanha, no Saragoça, terminando a época no Rio Ave.

O jogador impôs-se no Benfica a partir de 2009-10, com a chegada do treinador Jorge Jesus, que o recuou com sucesso de extremo para defesa esquerdo, posição que lhe abriu as portas da titularidade na selecção nacional, ao serviço da qual disputou o Mundial 2010.