Ramon Calderón compara José Mourinho a Hitler

Foto
José Mourinho está a causar muitos anticorpos em Espanha Felix Ordonez/Reuters (arquivo)

“Mourinho entrou em guerras com todos, tanto em Portugal, como em Inglaterra ou em Itália. Isso não é o Real Madrid. É preciso recordar que Hitler também foi aclamado por muitas pessoas, mas depois é que o golpe foi pior. Despertavam uma grande adesão, mas só falavam deles e demonstrou-se que as suas palavras eram mais atrevimento do que sensatez”, disse Calderón, em entrevista à rádio catalã Ona FM.

As duras palavras de Calderón surgem apenas um dia depois de o Real Madrid ter dispensado o director-geral Jorge Valdano, com quem Mourinho manteve uma acesa relação durante a última temporada. Para Calderón, isso é prova de que Florentino Pérez entregou o clube ao técnico português, o que chamou de “irresponsabilidade”: “O presidente do Real Madrid é um português, José Mourinho. É a primeira vez que um subordinado despede um superior”.