Futebol

Suposta confissão de ex-árbitro Jacinto Paixão admite corrupção

Foto
Foto: DR

Uma gravação divulgada nesta quinta-feira mostra o ex-árbitro de futebol Jacinto Paixão a confessar ter recebido ofertas para manipular resultados de jogos do campeonato.

Na suposta confissão, colocada na rede de partilha de vídeos “YouTube”, Jacinto Paixão refere que foi contactado pelo FC Porto para influenciar o resultado do Benfica-Moreirense de Fevereiro de 2004, que terminaria com o empate 1-1.

Relativamente a um FC Porto-Estrela da Amadora da época 2003-04, Paixão diz que “é verdade que o FC Porto nos ofereceu raparigas como era habitual fazer, tal como aconteceu no jogo FC Porto-Académica de 2002-03”.

O ex-árbitro terá ainda supostamente admitido que recebeu em 1998 uma viagem a Marrocos.

Contactado pelo diário desportivo “A Bola”, Jacinto Paixão não confirmou nem desmentiu ter feito a gravação. “Sobre isso não faço comentários”, terá dito. Reacção idêntica teve o contacto do semanário “Expresso”: “Há muitas maneiras de se matar moscas e pulgas, meu amigo. Não faço comentários, ok? Agora, vou almoçar”.

Ouça a suposta confissão do ex-árbitro