Serviço de voz e de vídeo através da Internet

Microsoft compra Skype por 5,9 mil milhões de euros

O Skype tem sede no Luxemburgo e foi desenvolvido por europeus
Foto
O Skype tem sede no Luxemburgo e foi desenvolvido por europeus Miguel Madeira

A Microsoft anunciou hoje que comprou o Skype, a empresa de comunicações através da Internet que tem mais de 600 milhões de utilizadores registados em todo o mundo, por 8,5 mil milhões de dólares (5,9 mil milhões de euros). A compra foi anunciada oficialmente pelo CEO da Microsoft, Steve Ballmer.

“O Skype é um serviço fenomenal que é adorado por milhões de pessoas em todo o mundo”, indicou o director-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, num comunicado publicado hoje dando conta da aquisição.

“Juntos iremos criar o futuro das comunicações em tempo real de forma a que as pessoas possam permanecer ligadas à família, amigos, clientes e colegas em qualquer parte do mundo”, acrescentou Ballmer.

Com a compra do Skype passará a haver uma nova divisão na Microsoft, a Microsoft Skype Division, que será chefiada por Tony Bates, ex-CEO do Skype, que responderá directamente perante Ballmer.

Esta é a compra mais cara por parte da Microsoft nos seus 36 anos de história, depois dos 6 mil milhões de dólares pagos em 2007 pela empresa de publicidade online aQuantive.

A Microsoft também já confirmou que irá integrar o Skype em produtos da Microsoft como os jogos da consola Xbox 360 e os sistemas Kinect, e mesmo nos produtos Office, permitindo aos utilizadores trabalharem em rede de forma mais eficiente, com chamadas de voz e de vídeo gratuitas entre computadores. As chamadas para telefones fixos e telemóveis pagam-se, embora as tarifas sejam mais baratas que as praticadas pelas redes de telecomunicações convencionais.

Os analistas consideram igualmente que o preço pago pela Microsoft - a confirmar-se a quantia de 8,5 mil milhões de dólares - é exagerado.

Durante o ano passado, o Skype teve lucros de 860 milhões de dólares apresentando, porém, uma dívida a longo prazo de 686 milhões de dólares. Os rumores de compra do Skype por parte de empresas como o Google e o Facebook - rumores há muito ouvidos em Silicon Valley - situavam o preço de compra entre os três e os quatro mil milhões de dólares. A Microsoft terá ganho a corrida aumentando consideravelmente esta cifra.

O Skype - uma empresa com sede no Luxemburgo e desenvolvida por europeus - foi comprado pelo eBay em 2005 por 2,6 mil milhões de dólares, mas este negócio nunca se revelou rentável para a empresa de leilões online, que nunca consegui integrar esta tecnologia de forma proveitosa nos seus negócios. O eBay acabou por se desfazer de 70 por cento dos activos da empresa de chamadas via Internet em 2009.

O Skype liga mais de 663 milhões de utilizadores em todo o mundo mediante a tecnologia VoIP (Voice Over Internet Protocol) - voz e vídeo através da Internet - que, durante 2010, consumiram mais de 207 mil milhões de minutos de comunicações nesta plataforma.

Notícia actualizada às 14h10